•  
     

Tutorial: CCleaner

Introdução: Todo usuário mais experiente sabe que, para manter seu sistema estável, é preciso rodar alguns softwares de manutenção, como o desfragmentar de disco do Windows. Alguns utilitários de terceiros também são bem úteis, desde que, quando executados, não sujem ainda mais o sistema, colocando mais entradas no registro do sistema ou criando arquivos temporários inúteis. Um software excelente que obedece todas estas regras é o CCleaner, software de limpeza de arquivos inúteis.

Parte 1 - Configurando o CCleaner

01. O CCleaner pode ser baixado em seu site oficial: http://www.ccleaner.com. Compatível com todas as versões do Windows, o software é bem leve (aproximadamente 500 KB) e totalmente gratuito, o que significa que você não encontrará spywares, adwares e outras 'coisas' do gênero.

02. Outra vantagem do CCleaner é perder ser utilizado em nosso idioma. Para tal, basta escolhe-lo quando executar o instalador do software.
Imagem

03. Durante a instalação, você pode configurar algumas opções do CCleaner, como Adicionar atalho na área de trabalho, Adicionar atalhos no Menu Iniciar, Adicionar 'Executar CCleaner' no menu de contexto da Lixeira, Adicionar 'Abrir CCleaner...' no menu de contexto da Lixeira e Verificar por atualizações automaticamente. Para instalar o CCleaner, basta clicar no botão Instalar.
Imagem

04. Para abrir o CCleaner, basta usar um dos atalhos criados durante a instalação, dependendo das escolhas feitas por você durante o processo.
Imagem

05. Antes de utilizar o CCleaner, vamos configurá-lo, para extrair o melhor do software. Para isso, clique no botão Opções, que abre vários outros botões relacionados as configurações do CCleaner.
Imagem

06. Configurações: Este grupo de opções permite modificar as opções escolhidas durante o processo de instalação do CCleaner, além de mudar o idioma do software (Idioma) e fazer com que ele seja executado na inicialização do Windows (Executar o programa quando o Windows iniciar).
Imagem

07. Cookies: Os cookies são arquivos deixados por sites para armazenarem várias informações, como nomes/senhas e personalizações. Eles são arquivos temporários, e são apagados pelo CCleaner. Mas caso queira manter algum cookie no sistema, basta selecioná-lo na lista Cookies a serem deletados e clicar no botão ->. Analogamente, para retirar a proteção de algum cookie, basta selecioná-lo na lista Cookies a serem mantidos e clicar no botão <-.
Imagem

08. Pastas personalizadas: Muitos usuários gostam de criar pastas temporárias personalizadas, para guardar arquivos temporários de instalação e outros. Estas pastas também podem ser limpas pelo CCleaner, bastando adicioná-las nesta lista, a partir do botão Adicionar pasta.
Imagem

09. Avançado: Este grupo de opções apresenta várias opções como apagar apenas arquivos temporários com mais de 2 dias (Deletar somente arquivos temporários criados a mais de 48 horas), não mostrar mensagens quando certos grupos de arquivos temporários forem apagados (Ocultar mensagens de alerta), fechar o CCleaner automaticamente após a conclusão de uma limpeza (Fechar o programa logo após a limpeza), permitir que sejam criadas cópias de segurança quando o registro passar por uma limpeza (Mostrar opção para fazer cópia dos dados do registro) e mostrar mais detalhes dos arquivos temporários do Internet Explorer (Mostrar informações adicionais dos arquivos temporários do Internet Explorer).
Imagem

10. Agora que já configuramos o CCleaner, chegou a hora da limpeza. Vamos começar com a limpeza de arquivos temporários, que pode ser acessada a partir do botão Limpador. Basicamente, basta selecionar a categoria de arquivos temporários a serem apagados na parte central da janela. Note que há duas guias de arquivos, que separam arquivos temporários do sistema (Windows) e arquivos temporários de softwares de terceiros (Programas). Você tem duas opções após definir quais arquivos serão apagados. O botão Analisar mostra aproximadamente quanto espaço será liberado no HD após a limpeza, e o botão Executar Cleaner faz a limpeza propriamente dita, não permitindo que estes arquivos sejam recuperados.
Imagem

11. O CCleaner também tem outros utilitários, que podem ser acessados a partir do botão Ferramentas. Um deles é o Desinstalar programas, que permitir, além de remover softwares (Excluir desinstalador), renomear as entradas dos softwares no 'Adicionar/Remover Programas' do Windows (Renomear entrada) e retirá-las, sem remover o software (Deletar entrada).
Imagem

12.Finalmente, o utilitário Programas iniciados com o sistema permite visualizar uma lista com todos os softwares que se iniciam com o Windows, dando a opção de remover algum deles, bastando selecioná-lo e clicar em Deletar entrada.
Imagem
 
Up
 
fico bom