•  
     

Tite pede para que Corinthians veja Bombonera como um lugar qualquer e cobra marcação intensa

Imagem
Tite pediu aos atletas do Coritnhians não se intimidem com pressão em La Bombonera


A Bombonera causa em muitos a sensação de que se trata de um estádio que intimida times adversários. Tite acredita que o rótulo de “caldeirão” será apagado caso o Corinthians aplique a marcação intensa apresentada nas semifinais contra o Santos. O treinador relembrou os tempos em que era jogador e não se importava com o barulho da torcida rival.

Ele citou o estádio Fonte Nova, em Salvador, em que dizia suportar a pressão adversária mesmo com estádio lotado.

“A Bombonera existe e é real. Mas uma equipe tem que ter maturidade para jogar na Bombonera, no Pacaembu, no Morumbi, ou no Olímpico. A força mental faz com que você não ouça o que vem de fora. Ninguém vai te tomar bola. Eu joguei com Fonte Nova com 93 mil pagantes. Não precisava ouvir o companheiro a 3 metros de distância, mas sabia o que ele queria. Isso é concentração”, disse.

O Boca Juniors, aliás, sofreu uma derrota na Bombonera na atual edição da Libertadores. O Fluminense venceu em disputa pela fase de grupos.

Fora de casa, o Corinthians apresenta ótimo retrospecto. O clube chegou às finais da competição continental invicto e com a melhor defesa, com 3 gols sofridos em 12 jogos.

Nesta fase de mata-matas, o time paulista empatou como visitante contra o Emelec e Vasco, vencendo o Santos na Vila Belmiro.



Corinthians vai Perde e ja era kkkkkkkkk XD