•  
     

Testaram FIFA 13 e aprovaram

São Paulo - A sala com a apresentação de FIFA 13 estava quase escondida no espaço da Electronic Arts na E3 2012, evento que acontece de 5 a 7 de junho em Los Angeles, Califórnia.
Logo ao entrar na sala, avistamos um enorme banner com o atacante argentino Lionel Messi, mostrando que uma das maiores conquistas da série foi a contratação do melhor jogador do mundo eleito pela FIFA por três anos consecutivos.

Produtores do estúdio canadense da EA Sports explicaram as principais mudanças na edição anual da série. A principal é a melhoria o sistema de inteligência artificial para que jogadas sejam feitas de forma mais realistas. Um jogador que está fora da jogada enquanto você tem a posse de bola, por exemplo, irá percorrer o campo antecipando a jogada para ficar em melhor posicionamento para receber um passe.

O controle da bola também foi modificado, levando em consideração a habilidade de cada jogador. Será mais comum ver um zagueiro ou jogador não tão habilidoso errar uma “matada” de bola. Segundo os produtores, foram mudanças para tornar a experiência ainda mais verídica. Outra novidade é o controle mais real da bola, com movimentos em que o jogador não precisa girar todo o corpo para controlar a bola, lições aprendidas com a equipe de FIFA Street.

Para equilibrar, as jogadas defensivas também ganharam reforços de animações e roubadas de bola mais inteligentes, inclusive utilizando o corpo para bloquear a passada do adversário – recurso que ganha eficácia graças a evolução do sistema de física que estreou na edição do ano passado. Novas opções de jogadas ensaiadas em faltas e novos dribles fecham o pacote básico de novidades, que realmente são muito mais mecânicas do que cosméticas.

Testamos uma versão ainda em produção do jogo e pudemos conferir que as mudanças realmente fazem diferente dentro de campo – principalmente o novo domínio de bola, proporcionando jogadas mais controláveis pela linha de fundo. Ainda não há informações sobre o licenciamento de times brasileiros, mas a boa notícia é que está confirmada a localização de textos e menus em português do Brasil. No entanto, a narração em nossa língua possivelmente ficará de fora mais uma vez.