•  
     

Terremoto de 6,9 pontos deixa 83 pessoas feridas no Sul do Peru

O Instituto Nacional de Defesa Civil informou hoje (29) que 83 pessoas ficaram feridas e 660 foram afetadas pelo terremoto de 6,9 pontos na escala de Richter que atingiu o Sul do Peru na última sexta-feira. O epicentro foi a cerca de 50 quilômetros da cidade de Ica, onde 41 pessoas ficaram feridas. Em Chincha, há 34 feridos, em Ocucaje, sete e, em Palpa, uma.

Segundo o governo peruano, 660 personas foram diretamente afetadas pelos tremores e 290, indiretamente. Foram danificadas 132 casas na região. Na capital, Lima, onde o tremor chegou a ser sentido, cinco pessoas foram afetadas.

O terremoto que atingiu a costa central e o Sul do Peru também foi sentido no Norte do Chile, na periferia de Visviri, embora, até o momento, não haja informações sobre vítimas, nem sobre danos materiais.

O Serviço Hidrográfico e Oceanográfico da Marinha descartou a possibilidade de que o terremoto desencadeie um tsunami, já que "não reúne as condições necessárias para gerar um fenômeno desse tipo no litoral chileno".

Depois do tremor, registrado às 13h54 (hora local, 16h54 em Brasília), o presidente peruano, Ollanta Humala, pediu calma e garantiu ajuda para todos os prejudicados.

Há quatro anos, Ica foi devastada por um terremoto em que morreram mais de 500 pessoas. As informações são da Agência Brasil.