•  
     

Teresópolis precisará de mais de R$ 500 mi para reconstrução

Imagem

Em pronunciamento feito nesta sexta-feira, o prefeito de Teresópolis, Jorge Mário Sedlacek (PT), afirmou que o município precisará de mais de R$ 500 milhões para a reconstrução da cidade após a tragédia causadas pelas fortes chuvas. Sedlacek disse também que apresentou um relatório à presidente Dilma Rousseff (PT) e ao governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), e já recebeu a promessa de que os recursos serão liberados sem burocracia.
"Após uma avaliação preliminar, percebemos que só para abrir as estradas e limpar vias seriam necessários R$ 98 milhões. Para a reconstrução da cidade, acreditamos que seja preciso mais de R$ 500 milhões", disse Jorge Mário Sedlacek.
O prefeito informou que já liberou R$ 5 milhões dos cofres municipais para um fundo emergencial chamado de SOS Teresópolis. O fundo será aprovado nesta sexta-feira em sessão extraordinária da Câmara Municipal. Todos os recursos, segundo ele, serão usados para recompor a vida das famílias atingidas.
"Peço à população que acompanhe a utilização desses recursos, pois queremos transparência. Todo o dinheiro que está nas contas do Banco do Brasil e do Bradesco serão destinadas, em sua totalidade, para a compra de utensílios domésticos, material de cama, mesa e banho para as pessoas que perderam tudo", afirmou.
Outras boas notícias foram divulgadas pela prefeitura hoje. Uma diz respeito ao reassentamento das famílias prejudicadas pelo temporal e outra sobre a compra de medicamentos. "Conversei com a Dilma e já garantimos a liberação de 25 mil casas, que serão cedidas através do programa 'Aluguel Social'. Além disso, liberei R$ 2 milhões para a compra de medicamentos e também homens, máquinas e materiais para o que for necessário", disse.
As fortes chuvas que atingiram os municípios da região serrana do Rio nos dias 11 e 12 de janeiro provocaram enchentes e inúmeros deslizamentos de terra. Pelo menos 511 pessoas morreram nas cidades de Teresópolis, Petrópolis e Nova Friburgo. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), choveu cerca de 300 mm em 24 horas na região - em Nova Friburgo, cidade mais afetada, o valor esperado para o mês de janeiro é de 209 mm. Em Teresópolis, chovia forte desde a madrugada desta sexta-feira, dificultando o trabalho de resgate e identificação de vítimas.