•  
     

Tela Oled o futuro!



Um OLED é um dispositivo composto por filmes de moléculas que emitem luz própria.

Este aparelho consume menos energia e gera imagens com mais brilho e nitidez em equipamentos eletrônicos, tudo em tempo real.

Ocupando menos espaço, pois não necessitam de tantos componentes para funcionar, as telas são dobráveis, ou seja, completamente flexíveis, inquebráveis e podem ser vistas em diversos ângulos.

Aceitam variações de temperatura, como calor excessivo ou frio e sua fabricação é mais barata em relação às telas que existem no mercado.

Sua espessura é de menos de um centímetro e o consumo de energia é bem menor.

Toda esta tecnologia pode ser usada tanto para telas gigantes ou bem pequenas, como nos celulares de pulso.

Ela não sofre nenhuma variação em relação ao tamanho, pequena ou grande o custo é o mesmo.

As empresas Samsung e a Sony estão desenvolvendo estes equipamentos e outras empresas já estão testando a aplicação em notebooks, computadores, palmtops, câmaras digitais, teclados, roupas, janelas, parabrisas, lâmpadas, mp3 e até letreiros.

A base destas telas é um tipo de rolo plástico, por isso inquebrável e flexível.

Além das telas de TV e celulares a grande aposta são as lâmpadas caseiras, já que o OLED emite luz própria.

Ler um jornal em um e-Reader obriga o leitor constantemente a mudar de página, neste caso do OLED, a tela poderia vir em formato de rolo, ou papiro!!!.

As telas rígidas das televisões, computadores e celulares provavelmente serão substituídas em pouco tempo por esta inovação.

A durabilidade é o grande problema das telas OLED e o contato com a água também. Logo, objetos que possam ter contato com água devem ser muito bem lacrados.

Vale à pena esperar antes de comprar aquela TV 40 polegadas, pois as grandes empresas de eletrodomésticos estão se virando ao pé da matéria para que esta nova tecnologia possa estar em sua casa a partir de 2011.

Fonte: Almanaque da Estação


Jason - JogosBB.com
 
NOSSA que ____ oO
 
____ , vi esse vídeo um dia desses