•  
     

Symantec descobre o elo perdido do malware Stuxnet


Versão antiga do projeto também servia para atacar sistemas industriais da Siemens no Irã.


Em 2010, o malware Stuxnet ganhou os holofotes de diversos veículos da mídia por conseguir abalar criticamente a estrutura de toda uma nação — sim, trata-se de um vírus de computador mexendo com estruturas do mundo real. Na época, a praga (que foi criada em 2009) tinha como principal objetivo sabotar instalações nucleares no Irã.

Agora, a Symantec descobriu que, na verdade, existiu uma versão prévia do malware lançada em 2005. O Stuxnet 0.5, como está sendo chamado, esteve em operação entre os anos 2007 e 2009 (e foi desativada julho de 2009). Segundo a notícia no blog da empresa de segurança, esta versão prévia da praga é complicada e muito sofisticada, sendo que somente gênios poderiam desenvolvê-la.

Apesar de já ser bem antigo, o Stuxnet 0.5 foi encontrado no passado adormecido em algumas partes do mundo. Ainda que seja da mesma família do modelo mais recente do malware, esse protótipo atua de forma diferente. Ele traz uma carga completa de um código para atacar os sistemas industriais da Siemens usados nas instalações iranianas.


Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/malware/3702 ... z2M3NltoOd

 
auhsauishausuiah , ataca lah no ira to fora :$