•  
     

Senado dos EUA rejeita proposta para revogar reforma da saúde

O Senado dos EUA, de maioria democrata, rejeitou na quarta-feira, 2, a proposta republicana que pretendia derrubar a reforma da saúde do presidente Barack Obama, provavelmente deixando a decisão para os tribunais federais.

O Senado rejeitou a tentativa de revogar a reforma por 51 votos a 47, dois dias depois que um juiz federal considerou a lei inconstitucional. O governo de Obama prontamente anunciou que apelará da decisão.

No fim de janeiro, a Câmara dos Deputados, liderada pelos republicanos, havia aprovado por 245 a 189 a revogação da reforma da saúde. No entanto, a ação foi considerada simbólica, uma vez que seria barrada no Senado, predominantemente democrata.

Mesmo se a revogação fosse aprovada pelo Senado, Obama já havia prometido vetar qualquer tentativa de derrubar a lei de saúde, uma de suas maiores vitórias legislativas.

A lei chegou a ser aprovada pelo Congresso no ano passado depois de um aquecido debate e sancionada por Obama quando os democratas ainda controlavam Câmara e Senado.

Mas os republicanos venceram as eleições legislativas de novembro com a promessa de derrubar a lei.

Fonte: Estadao