•  
     

Sem Kaká , Real atropela o Osasuna com três gols de C. Ronaldo

Em bom momento, o Real Madrid não teve dificuldades para bater o Osasuna, na manhã deste domingo. Atuando no Santiago Bernabéu, o time merengue bateu a equipe visitante por 7 a 1, tendo mais uma vez o atacante português Cristiano Ronaldo como destaque.

O camisa 7 marcou três vezes na vitória de sua equipe, fez seu 103º gol em 106 jogos com a camisa do clube e superou o Ronaldo Fenômeno, que marcou 102 gols em 177 jogos . Além do português, Pepe, Higuaín e Benzema (duas vezes) completaram os tentos da equipe madrilenha, enquanto Ibrahima fez o de honra para o time de Pamplona.

Sem a dupla brasileira Kaká e Marcelo - o meia está lesionado e, segundo José Mourinho, não irá jogar os amistosos com Gabão e Egito pela Seleção Brasileira -, o time espanhol não teve grandes dificuldades para chegar ao nono triunfo em 11 jogos neste início de Campeonato

Com o resultado, o Real Madrid tem assegurada por pelo menos mais uma rodada a ponta do Nacional, já que chegou aos 28 pontos e, mesmo com uma vitória do Barcelona, segue um ponto na frente da equipe azul-grená. O Osasuna, por sua vez, parou nos 14 pontos, por enquanto na oitava colocação do torneio.

O JOGO - Melhor no início, o Real Madrid esteve próximo de abrir o placar aos 20 minutos em boa jogada de Cristiano Ronaldo. O luso, porém, iria às redes apenas dois minutos depois: após jogada de Di María, o atacante aproveitou-se do cruzamento para, de cabeça, abrir o placar no Santiago Bernabéu.

Pouco depois, o argentino esteve próximo de fazer um golaço, ao limpar os defensores do Osasuna, mas a bola saiu à esquerda do gol. Embora dominasse a partida, o Real permitiu que o time visitante chegasse em duas oportunidades, e uma delas foi fatal: aos 31 minutos, após vacilo da defesa madrilenha, Ibrahima recebeu dentro da área e tocou na saída de Casillas, empatando a partida.

O placar, porém, foi mantido por apenas quatro minutos. Novamente em jogada de Di María, foi a vez de Pepe dentro da área marcar de cabeça, voltando a colar o Madrid em vantagem no placar. Jogando fácil, aos 39 o argentino voltaria a dar uma assistência, agora para Higuaín. Seu compatriota dominou dentro da área e com categoria, fez o terceiro do Real Madrid em casa.
Sem diminuir o ritmo, os donos da casa envolviam o Osasuna e quase ampliaram com Ozil, mas os dois times foram para o vestiário com a vantagem de "apenas" 3 a 1 para o Real Madrid.

Logo no início da etapa final, o técnico José Mourinho precisou tirar Di María, destaque na primeira etapa, lesionado, dando uma oportunidade para Benzema. Embora o "garçom" dos primeiros 45 minutos não estivesse mais em campo, o time merengue não deixou o ritmo cair.

Aos oito minutos, Ozil foi derrubado por Satrustegui dentro da área e a arbitragem assinalou o pênalti. Cristiano Ronaldo foi para a bola e sem problemas fez o quarto tento do Real Madrid. Pouco depois, Arbeloa cruzou para a área e o atacante português, mais uma vez de cabeça, fez o quinto do Real.

O domínio era total dos donos da casa, e o Osasuna não conseguia conter o ímpeto do time de José Mourinho. Sem dificuldades, Coentrão fez boa jogada pela esquerda e serviu Benzema. O francês teve tranquilidade para fazer o sexto dos donos da casa.

Com a ampla vantagem, o comandante português realizou mais duas alterações, realizando a estreia do meio-campista Nuri Sahin - contratado junto ao Borussia Dortmund, uma lesão no joelho atrasou sua entrada no time espanhol.

Aos 35, Ronaldo faria seu terceiro no jogo, o sétimo do Real Madrid, e já nos minutos finais acertaria o travessão. A chance desperdiçada, porém, não foi lamentada, pois o Real assegurou mais uma larga vitória com uma atuação convincente.
 
fonte?