•  
     

Sem Dorival, Neymar volta a ser relacionado e se apresenta à concentração

Após a demissão de Dorival Júnior na noite desta terça-feira, Neymar foi reintegrado ao elenco relacionado para encarar o Corinthians, nesta quarta-feira, às 22h, na Vila Belmiro. O atacante, pego de surpresa com o afastamento inicial, chegou cedo ao CT Rei Pelé. Sua presença como titular no clássico é aguardada.

Dorival havia cortado Neymar da lista de relacionados descumprindo assim uma ordem da diretoria santista. Por insubordinação, os dirigentes o demitiram. O treinador não conversou com o jovem atacante para explicar os motivos que o levaram a prolongar a punição.

Como também não comunicou os dirigentes previamente, Dorival iniciou uma reunião com os cartolas logo após o treinamento desta terça-feira. O presidente santista, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, participou por teleconferência.

A decisão pela demissão do técnico foi tomada rapidamente. Por volta das 21h, Dorival já havia deixado o CT Rei Pelé desempregado. O treinador agora vai discutir com o clube o pagamento da multa rescisória, avaliada em cerca de R$ 2 milhões.

A participação de Neymar no clássico é vista como obrigatória pelo Santos. A cúpula alvinegra entende que o gancho aplicado no duelo diante do Guarani, no último domingo, em Campinas, já havia sido injusto. Um novo afastamento não seria tolerado.

A definição pela presença de Neymar contra o Corinthians foi tomada no sábado, dia em que o presidente santista, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, contrariado, anunciou a modificação da pena inicial. O acordo traçado com o treinador era para que ele mesmo anunciasse o fim da punição. No entanto, Dorival surpreendeu ao não cumprir a exigência.

Contra o Corinthians, o Santos será comandado por Marcelo Martelotte, membro da comissão técnica permanente do clube. O interino tinha viagem ao Rio de Janeiro programada para esta quarta-feira para dirigir a equipe sub-23 em uma partida contra o Vasco, em São Januário, válida pela Copa sub-23.
  •