•  
     

repórter: baiana ganha prêmio por documentário em Paris

O documentário da jornalista baiana Fernanda Fontes Vareille foi premiado pelo Festival de Cinema e Direitos Humanos da Anistia Internacional, que foi realizado de 15 a 19 de outubro em Paris, na França, na Filmothèque du Quartier Latin. Let me live foi o escolhido do público como melhor documentário do ano na categoria direitos humanos.
Imagem

Dez curta-metragens do mundo inteiro concorreram ao prêmio. Let me live é um documentário que mostra o ponto de vista das pessoas que vivem cercadas pelo muro que separa Israel da Palestina.

Fernanda passou dois meses na região com sua equipe filmando e entrevistando jovens artistas, militantes da causa palestina, que resistem pacificamente contra a ocupação israelense.

Com muita emoção, a jornalista recebeu na noite de sexta-feira, 22/10, data do encerramento do evento, o primeiro prêmio da escolha do público das mãos do presidente do júri do Festival.

A diretora foi calorosamente parabenizada e, comovida, agradeceu ao público francês a honra deste prêmio tão importante.

Fernanda Fontes Vareille é jornalista e diretora de documentários, nascida em Salvador. Formou-se em jornalismo na Goldsmiths College University of London, na Inglaterra, e vive em Paris desde 2008.

Em 2007 ela produziu e dirigiu o documentário também premiado The Largest Prison on Earth, que precede Let me Live. Fernanda, paralelamente, trabalha como jornalista para a TV Bahia (Mosaico Baiano) mostrando a vida de brasileiros vivendo no exterior.

Font: http://cinema.terra.com.br