•  
     

Refrigerante Leão de Judá promete acabar com a Coca-Cola

Imagem

A Igreja Universal do Reino de Deus continua a expandir sua atuação. Além da presença na área da comunicação, com a Rede Record, e na política, com a eleição de deputados e senadores e a nomeação de ministros, a igreja do bispo Edir Macedo se lançou no ramo de bebidas, alimentos e no varejo.

Em sociedade com o empresário e fiel Moisés Magalhães, a Universal é dona da marca Leão de Judá, que já produz refrigerantes, sucos e biscoitos. A principal estratégia da marca é formar uma rede de varejo com 7 000 distribuidores que venderiam apenas produtos Leão de Judá. De acordo com os planos dos líderes da Universal, cada distribuidor comprará 360 000 reais por mês da marca, divulgada em cultos da igreja.

O refrigerante criado em 1999 pelo empresário protestante Moisés Magalhães, em sociedade com a Igreja Universal do Reino de Deus, divulgou vídeos promocionais na internet, em que afirma:

Ter vindo ao mercado "para substituir a Coca-Cola no Brasil e no mundo".
"Coca-Cola, escrito ao contrário, quer dizer 'Alô, diabo'. Ela é a água suja do inferno, para viciar a pessoa na cocaína", diz Magalhães.

A meta é faturar improváveis 30 bilhões de reais por ano até 2020. Os distribuidores estão sendo recrutados na Igreja.

Para quem ainda não viu o vídeo promocional, está aqui.




Fonte: http://noticias.gospelmais.com.br/refri ... 32751.html

será que vai acaba a coca-cola? auhauhaua
 
Bem fácil essa !@#!@% acabar com a Coca-Cola!
KKKK'