•  
     

Presidente do Botafogo pede à CBF redução de jogos no Engenhão

O presidente do Botafogo, Maurício Assumpção, pediu à CBF na última sexta-feira que reduzisse o número de jogos no Engenhão. Segundo o jornal Extra, o mandatário alvinegro está preocupado com a situação do gramado do estádio. Ele argumenta que, sem o Maracanã, 15% das partidas de todo o Campeonato Brasileiro serão realizadas no local.

“Estou fazendo um alerta. O número de jogos poderia ser menor. Temos duas boas praças, que são Volta Redonda e São Januário, que podem ser mais utilizadas”, disse Maurício Assumpção.

Em parceria com a Ambev, o Botafogo fez um tratamento especial no gramado para suportar as mudanças do inverno e uma nova aparelhagem de iluminação artificial. Apesar do investimento, o clube reconhece que é difícil manter o campo em perfeito estado, já que Flamengo e Fluminense mandam seus jogos no Engenhão e os clássicos cariocas também são realizados lá.

Justamente para evitar desgastar ainda mais as condições da grama, o Botafogo optou por realizar um jogo-treino na Grana Comary neste sábado. A equipe vai enfrentar o Friburguense.


Imagem