•  
     

Petrobras anuncia descoberta de óleo na Bacia de Santos

A Petrobras anunciou nesta terça-feira nova descoberta de óleo de boa qualidade nos reservatórios do pré-sal no bloco BM-S-9, em águas ultraprofundas da Bacia de Santos.

"Análises preliminares comprovaram a extensão da acumulação com óleo de 26° API em 200 metros de reservatório de alta qualidade, superior ao resultado do poço pioneiro ", informou a estatal em comunicado ao mercado.

Informalmente denominado Carioca Nordeste, o poço está localizado em águas onde a profundidade é de 2.151metros e a 275 quilômetros do litoral do Estado de São Paulo.

A Petrobras detém 45% dos interesses da concessão responsável pelo poço. Os demais parceiros do consórcio são as empresas BG Group, com 30%, e Repsol, com 25%.

Não foram divulgadas estimativas sobre a dimensão das reservas do poço. Segundo a Petrobras, "o consórcio dará continuidade aos investimentos previstos no Plano de Avaliação de Descoberta para confirmar as dimensões e características do reservatório".

Confira a íntegra da nota da Petrobras:

"A Petrobras comunica a realização de uma nova descoberta de petróleo de boa qualidade nos reservatórios do pré-sal no bloco BM-S-9, em águas ultraprofundas da Bacia de Santos, com a perfuração do poço 3-BRSA-861-SPS (3-SPS-74).

Informalmente denominado Carioca Nordeste, o poço está localizado em águas onde a profundidade é de 2.151metros e a 275 quilômetros do litoral do Estado de São Paulo, na área de avaliação do poço Carioca - 1-BRSA-491-SPS (1-SPS-50).

Análises preliminares comprovaram a extensão da acumulação que contém petróleo de alta qualidade (26º API), em reservatório de 200 metros, superior ao resultado do poço pioneiro perfurado na área.

O bloco BM-S-9 é formado por duas áreas de avaliação: uma, do poço 1-BRSA-594-SPS (1-SPS-55), informalmente denominado de Guará e outra do poço 1-BRSA-491-SPS (1-SPS-50), informalmente denominado de Carioca, onde se localiza o poço descobridor.

A Petrobras, que é a operadora, detém 45% dos interesses desta concessão. Os demais parceiros do consórcio são as empresas BG Group, com 30% e Repsol com 25%.

O Consórcio dará continuidade aos investimentos previstos no Plano de Avaliação de Descoberta, apresentado para ANP em 2007, para confirmar as dimensões e características do reservatório, visando o desenvolvimento do projeto e das atividades no pré-sal da Bacia de Santos".

Fonte: Globo