•  
     

Pelé revela conversa com filho e diz que Ganso "ainda não está bom" para jogar

Como qualquer torcedor santista, Pelé coloca todas as suas esperanças em Neymar e Ganso para o primeiro jogo das semifinais da Copa Libertadores na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro. Mas o Rei do futebol revelou o temor de que o camisa 10 não atue depois da conversa que teve com seu filho nesta quarta-feira.

“Estou um pouco preocupado porque conversei agora de manhã com o meu filho Edinho (membro da comissão técnica do Santos) e ele falou que o Ganso ainda não está bom, talvez não jogue. O Santos sem o Ganso e só com o Neymar é uma perda muito grande. Mas vamos ver, o Santos tem condições de fazer um bom jogo”, disse Pelé.

O meia santista se recupera de uma artroscopia realizada no joelho direito no dia 25 de maio. Apesar de mostrar ótima evolução no tratamento e ter treinado com o grupo na última terça-feira, a presença de Ganso no jogo desta quarta ainda é um mistério. Um exame deverá ser realizado durante o dia para definir a escalação do jogador.

Segundo o Rei do futebol, com Ganso em campo, as atenções dos marcadores corintianos se dividiriam entre o camisa 10 e Neymar, dando mais espaço para o atacante atuar.

Pelé ainda alertou para a dependência que a equipe de Muricy Ramalho tem de Neymar, que nas últimas partidas pelo Santos foi muito bem marcado e pouco produziu, principalmente nos dois duelos com o Vélez Sarsfield.

“Eu costumo dizer que o Neymar é sem dúvida o melhor jogador do Brasil, mas o Santos é muito dependente dele. Tenho a preocupação de que quando o Neymar não vai bem, o Santos também. Se ele está bem, o Santos também. Se ele estiver bem fisicamente, quero que tenha uma noite de brilho, muito feliz”, disse Pelé.
Imagem
Pelé coloca todas as suas esperanças em Neymar e Ganso para o primeiro jogo das semifinais