•  
     

Noticias Sobre Neimar *--*

Neimar é o nome da nova sensação do momento. Chama a atenção por jogar como o Robinho e comemorar seus gols como o Pelé. A verdade é que esse jovem tem se destacado muito nos últimos dias, marcando gols em partidas importantes e levantando o ânimo da torcida. Hoje o time de Neimar (Santos) irá enfrentar o time de Ronaldo (Corinthians). Nesta postagem você irá conhecer a história desta revelação do futebol brasileiro, o garoto Neimar.

O atacante de 17 anos já vale 90 milhões. Ele segue os passos de outros ídolos da Vila Belmiro que brilharam ainda adolescentes, como Pelé, Diego e Robinho. O Santos mantêm a tradição de revelar jogadores para o time principal antes deles completarem 18 anos. Neimar completou 17 anos no dia 5 de fevereiro. De todos os garotos que se revelaram no time Neimar teve o melhor início, já garantiu o futuro da família, seu primeiro contrato profissional vai até 2014, e seu salário é de 80 mil reais por mês. E a multa rescisória para o exterior de 90 milhões de reais.

Sua estréia foi contra o Oeste de Pacaembú, Neimar entrou no segundo tempo e com um chute de longe carimbou a trave. A estréia na Vila foi ainda mais empolgante, Neimar colocou os jogadores do Paulista pra dançar. A bola é um brinquedo para um adolescente de 17 anos. Pedaladas, dribles, chega a fazer um gol, mas estava impedido. Foi só Neimar estreiar como titular com a camisa número 7 de Robinho, que os gols apareceram. O Primeiro foi em Pacaembú, onde os torcedores vibraram ao ver o jogador comemorar o gol com um soco no ar, gesto típico de Pelé. Neimar é fã de Pelé, Giovani e Robinho. Quarta-feira no jogo na Vila, fez o primeiro gol dele dentro de casa. Neimar é solidário, e no 100º jogo de Cléber Pereira, cruzou uma bola para ele fazer o gol. Com atitudes como essa Neimar têm conquistado os outros jogadores, que admiram seu talento e seu carisma.

O Santos quer que o Neimar fique na Vila Belmiro, o contrato do atacante vence daqui a cinco anos, até lá os torcedores esperam que ele consiga a mesma façanha de Robinho: a de nunca ter perdido para o Corinthians.