•  
     

Neymar ganha folga após goleada e diz que não teria espaço no Santos de Pelé

Neymar vai se consolidando como ídolo do Santos a cada gol, a cada jogo que decide para o time da Vila Belmiro. Não por acaso, recebeu da torcida santista uma bandeira com seu retrato como homenagem na partida contra o Atlético-PR no sábado. Dentro de campo, fez valer o trabalho dos fãs com quatro gols na goleada de 4 a 1 sobre o time paranaense.

A fase é tão boa que surgem comparações até com o famoso time do Santos liderado por Pelé. Perguntado ainda no Pacaembu sobre o que achava de uma declaração de Pepe que considera que Neymar jogaria no esquadrão de mais de meio século atrás, o craque do momento preferiu se colocar em outro patamar. "Acho que não teria espaço naquele time fantástico", respondeu.

Imagem

O próprio Pelé não mede elogios ao jovem. O Rei disse inclusive que daria o prêmio de melhor jogador do mundo para o camisa 11 do Santos, pela grande temporada que fez não só com os títulos paulista e da Libertadores, mas também com a seleção brasileira. Enquanto isso, Neymar vai comemorando seus gols como o maior jogador da história de seu clube. "Tenho que inventar uma comemoração diferente, é parecida para parecer com ele", admitiu depois de uma noite de mais socos no ar.

A cinco jogos do Mundial de Clubes da Fifa, porém, a decisão do Santos é de descansar o principal jogador. Da goleada em que foi protagonista, Neymar foi para uma folga de quatro dias - enquanto o elenco se reapresenta na terça-feira, ele só volta a treinar na quinta.

Procedimento normal segundo o auxiliar Tata, que está no comando do time enquanto Muricy Ramalho se recupera de problemas médicos. Tata que também se rendeu ao talento do jovem, colocando-o após a partida, "com sobras", ao lado de Messi e Cristiano Ronaldo entre os melhores jogadores do mundo.