•  
     

neymar diz q fica

em Barcelona, tampouco Real Madrid. Neymar permanece no Santos. A novela, no entanto, não acabou. Para o jogador, não tem dinheiro no mundo que o leve agora para o futebol europeu. Mas, quanto ao futuro, apenas despistou. “A felicidade é o mais importante”, repetiu inúmeras vezes.

Sempre sorridente, Neymar se alterou em apenas duas oportunidades nos quase 15 minutos de entrevista. Nem tanto pelo teor, mas pela repetição do assunto. Além dos jornalistas brasileiros, a imprensa espanhola também esteve presente na concorrida sala de imprensa do CT Rei Pelé. Saiu um tanto frustrada, é verdade. O camisa 11 tem contrato com o clube até fevereiro de 2015.

O jogador confirmou que foi na madrugada de sábado foi ao Hospital São Luiz, na zona sul de São Paulo, mas para “exames familiares”. Em nada tem a ver com exigências da Uefa para assinar com Barcelona ou Real Madrid, times dispostos a pagar 60 milhões de euros (R$ 141,5 milhões) e um salário de 7 milhões de euros por temporada (R$ 17 milhões).

“Sexta-feira estive no hospital, mas com familiares. Exames familiares. O que foi decidido é que não saio na próxima janela. É isso. Não estou acertado com ninguém. Sou jogador do Santos”, tratou de resumir logo o jogador.

Fica até quando?
“Até a Olimpíada tem chão. Quem sabe o Santos não faz uma proposta melhor para eu ficar. Mas o que foi decidido é que sou jogador do Santos. Não consigo garantir nem se vou jogar amanhã. Quanto mais garantir que vou ficar até o fim do ano que vem. O dinheiro não pesa e sim, a felicidade. Não sou um cara que gosto de mentir. Vim aqui esclarecer tudo.”

Dia(s) do fico
“Já fui vendido para um monte de clube, um monte de vezes. Essa é mais uma vez. Não adianta eu falar. Vou ficar aqui. Não estou acertado com nenhum clube. Vou continuar respondendo a mesma coisa porque é o que está decidido.”

Decisões em casa
“A palavra final sempre foi minha e do meu pai. Vocês sabem bem que meu pai está sempre cuidando da minha carreira. A decisão é sempre minha, do meu pai, da minha família e de mais ninguém. Sei de tudo sobre as negociações. Meu pai é que toma conta da minha carreira. Eu e ele que decidimos tudo. Minha família sempre foi muito unida. Meu pai toma conta desde a base.”

Preferência
“São dois grandes clubes (Barcelona e Real Madrid). Fico muito feliz de poder decidir, tentar escolher um clube e ficar no Santos. O que pesa é a felicidade. Sinceramente, nenhum dos dois (acho que vai ser melhor). Barcelona e Real Madrid só têm craques. Em nenhum dos dois eu teria chance.”

Reconhecimento
“Fico muito lisonjeado por esses grandes clubes se interessarem pelo meu futebol. Gostei muito de conhecer o Real Madrid, quando era pequeno. Mas preferi ficar no Brasil.”