•  
     

Mutante bate Serginho em luta eletrizante é o campeão do TUF no peso médio

Imagem
Mutante vence Serginho e agora é um lutador da categoria dos médios do UFC

Apesar de lutar representando Belo Horizonte, a estreita relação com Vitor Belfort, desafeto dos mineiros desde que se lesionou para o UFC 147, fez com que Cezar Mutante fosse recebido no Mineirinho entre vaias e aplausos. Mas o peso médio protagonizou um combate cheio de reviravoltas no octógono e derrotou Serginho Moraes por decisão unânime para conquistar o título da primeira temporada do The Ultimate Fighter Brasil.

Substituto do lesionado Daniel Sarafian, Serginho apostou nas suas poses e frases engraçadas para conquistar parte do público mineiro. Chegou a dizer que seria mais fácil o Mutante engravidá-lo do que finalizá-lo. No octógono, fez a torcida vibrar quando, já sangrando muito, reagiu e quase nocauteou Mutante. Mas não foi o bastante.

Pupilo de Belfort, Mutante chegou a ser chamado de “protegido”pelo técnico do time verde durante o programa. Com a vitória, ele assegurou um contrato de seis lutas com o UFC, e lutará na mesma categoria que o mentor.

Durante a pesagem, o clima esquentou entre eles quase trocaram golpes ali mesmo em frente à balança. No octógono, o primeiro veio dos pés de Mutante, que acertou um chute rodado no primeiro minuto. Depois, veio uma joelhada no queixo, mas Serginho não se abalava e, sem tentar levar para o chão, apostava na trocação de contra-ataque.

Esse jogo favoreceu Mutante, que no segundo round acertou bons golpes e esteve perto do nocaute. Serginho tentou amarrar a luta, e Mutante recuperou parte da simpatia do público.

Quando Mutante parecia ter vantagem, Serginho buscou a reação ao acertar um cruzado que desnorteou o rival. O pupilo de Belfort cambaleou com uma dura sequência de golpes, e a reação de Serginho explodiu o público. Novamente, a torcida o apoiava.

Cansados para o terceiro round, os lutadores diminuíram o ritmo no final da luta, enquanto as torcidas de Mutante e Serginho travavam um duelo bonito no Mineirinho. Faltando 30 segundos, Mutante derrubou o rival com um direto, mas Serginho ficou deitado esperando o jogo de chão. Ao soar do gongo, a torcida aplaudiu de pé o combate. Mas só Mutante pôde comemorar após a decisão dos juízes: 29-28, 30-27, 30-27.

"Estou me sentindo muito bem, muito feliz. Treinei muito para isso e esse show é para vocês. Meu sonho é representar o Brasil no UFC, e isso eu consegui hoje", falou Mutante após sua vitória. Aplaudido, o derrotado Serginho também subiu na grade para comemorar a sua exibição.