•  
     

Mulher de diretor da Yoki

As investigações da Polícia Civil apontam que o empresário Marcos Kitano Matsunaga, de 42 anos, foi morto e esquartejado no prédio onde morava com a mulher e a filha em São Paulo, de acordo com o diretor do Departamento de Homicídios de Proteção à Pessoa (DHPP), Jorge Carrasco.
A mulher dele, Elize Matsunaga, é a principal suspeita da morte e está presa desde segunda-feira (4). Ela nega o crime, segundo a polícia. Elize era a beneficiária do seguro de vida do marido, que era diretor-executivo da Yoki. A apólice seria de cerca de R$ 600 mil, mas a principal tese da polícia é de que uma traição teria motivado o assassinato.


Obs: Mulher Lokaaa .-.
 
nossa T.T
 
T.T