•  
     

Motociclista morre em tentativa de quebrar recorde de velocidade

Bill Warner estava a mais 459 km/h quando perdeu o controle nos EUA.
Em 2011, piloto havia ultrapassado os 500 km/h com Suzuki Hayabusa.

O piloto americano Bill Warner morreu neste domingo (14), no Maine, nos Estados Unidos, ao tentar quebrar recorde de velocidade com sua motocicleta modificada, com motor turbo e adição de carenagem para efeito aerodinâmico. Warner havia ultrapassado os 459 km/h quando perdeu o controle do veículo na base aérea de Loring, onde ocorria o evento. Mesmo consciente e falando, ele foi levado ao hospital, morrendo 1 hora e 15 minutos depois.
saiba mais
BMW S 1000 RR chega a 330 km/h e bate recorde para motos pouco carenadas
Leia mais sobre motos no G1
O piloto, que tinha 44 anos, havia alcançado a marca de 500 km/h com sua Suzuki Hayabusa em 2011, em trajeto de 2,4 km.
A velocidade foi considerada recorde para motos convencionais, informou a Loring Time Association, responsável pela organização. Neste ano, ele tentava chegar a 480 km/h, mas em menor espaço: apenas 1,6 km.
"Ninguém vai alcançar as conquistas de Bill ou ser o tipo de piloto que ele era", disse Tim Kelly, diretor da Loring Time Association.
Chamado de "Maine Event", o evento é realizado anualmente em uma base aérea fechada em 1994. Neste ano, cerca de 400 expectadores acompanhavam a apresentação. Após o acidente, a organização cancelou as arrancadas e a polícia do estado de Maine iniciou investigação da morte.

Piloto deu entrevista 10 minutos antes
De acordo com a rede "WCSH", Bill Warner concedeu entrevista a emissora apenas 10 minutos antes do acidente. "Minha moto tem muita força e, para alcançar os 480 km/h, nós não podemos aumentar a potência. Na verdade, estamos dimuindo e agora vou poder controlar melhor", disse Warner a WCSH, momentos antes de cair do veículo.
Ainda segundo a emissora americana, o piloto sofreu um acidente há um ano no Texas, que o deixou gravemente ferido.
Anexos
motorcycle-record-cra_fran-.jpg
 
Douglas16 Escreveu:Bill Warner estava a mais 459 km/h quando perdeu o controle nos EUA.
Em 2011, piloto havia ultrapassado os 500 km/h com Suzuki Hayabusa.

O piloto americano Bill Warner morreu neste domingo (14), no Maine, nos Estados Unidos, ao tentar quebrar recorde de velocidade com sua motocicleta modificada, com motor turbo e adição de carenagem para efeito aerodinâmico. Warner havia ultrapassado os 459 km/h quando perdeu o controle do veículo na base aérea de Loring, onde ocorria o evento. Mesmo consciente e falando, ele foi levado ao hospital, morrendo 1 hora e 15 minutos depois.
saiba mais
BMW S 1000 RR chega a 330 km/h e bate recorde para motos pouco carenadas
Leia mais sobre motos no G1
O piloto, que tinha 44 anos, havia alcançado a marca de 500 km/h com sua Suzuki Hayabusa em 2011, em trajeto de 2,4 km.
A velocidade foi considerada recorde para motos convencionais, informou a Loring Time Association, responsável pela organização. Neste ano, ele tentava chegar a 480 km/h, mas em menor espaço: apenas 1,6 km.
"Ninguém vai alcançar as conquistas de Bill ou ser o tipo de piloto que ele era", disse Tim Kelly, diretor da Loring Time Association.
Chamado de "Maine Event", o evento é realizado anualmente em uma base aérea fechada em 1994. Neste ano, cerca de 400 expectadores acompanhavam a apresentação. Após o acidente, a organização cancelou as arrancadas e a polícia do estado de Maine iniciou investigação da morte.

Piloto deu entrevista 10 minutos antes
De acordo com a rede "WCSH", Bill Warner concedeu entrevista a emissora apenas 10 minutos antes do acidente. "Minha moto tem muita força e, para alcançar os 480 km/h, nós não podemos aumentar a potência. Na verdade, estamos dimuindo e agora vou poder controlar melhor", disse Warner a WCSH, momentos antes de cair do veículo.
Ainda segundo a emissora americana, o piloto sofreu um acidente há um ano no Texas, que o deixou gravemente ferido.
 
o.o
 
caramba ... o cara era loko so pode... quase 500 por hora seloko
 
Cara é louco