•  
     

Messi e Mourinho são eleitos melhores da Europa por jornal uruguaio

O argentino Lionel Messi, atacante da seleção de seu país e do time espanhol Barcelona, foi eleito o melhor jogador de futebol da Europa pela segunda vez consecutiva em uma pesquisa feita com jornalistas esportivos desse continente e divulgada nesta quarta-feira pelo jornal uruguaio El País.

Mas o treinador do Real Madrid, o português José Mourinho, foi eleito o melhor diretor técnico do velho continente.

Ganhador do prêmio de melhor jogador do ano da Fifa em 2009 e candidato à Bola de Ouro de 2010, Messi se impôs com 21 votos sobre seu companheiro de equipe Xavi Hernández, espanhol que também aspira ao título da Fifa.

O pódio da sondagem foi completado por outro possível ganhador da Bola de Ouro, o jogador de meio-campo Andrés Iniesta, também do Barcelona e autor do gol que permitiu à Espanha conquistar a Copa da África do Sul em 2010.

O talentoso Messi sofreu várias críticas este ano por seu desempenho na seleção argentina no último Mundial, no qual teve rendimento bastante inferior ao brilho que demonstra no clube europeu.

Na pesquisa feita no ano passado pelo jornal uruguaio, o jogador argentino superou o português Cristiano Ronaldo, vencedor da pesquisa de 2008 e que, nesta última edição, caiu para a quarta posição.

Messi recebeu 67 votos e se destacou entre cerca de 50 jogadores apontados pelos jornalistas europeus, cujos votos totalizaram mais de 600.

Com esta edição, a pesquisa anual completa 25 anos.

Entre os treinadores, o vencedor foi o português Mourinho, com 50 votos, passando à frente do espanhol Josep Guardiola, do Barcelona, que teve 36 votos. Guardiola foi o vencedor em 2009.

Vicente Del Bosque, treinador da seleção espanhola ganhadora da Copa na África do Sul, foi o sexto colocado na pesquisa.

Os jornalistas europeus escolheram a "seleção ideal" de futebol do continente, com amplo domínio de jogadores espanhóis.

O time seria formado pelo goleiro espanhol Iker Casillas, o brasileiro Maicon, o galês Gareth Bale, os espanhóis Gerard Piqué, Carles Puyol, Xavi Hernández e Andrés Iniesta, o holandês Wesley Sneijder, o português Ronaldo, o argentino Messi e o espanhol David Villa.

Fonte: Estadao