•  
     

Manchester United humilha o Arsenal por 8 x 2.

Com hat-trick de Rooney, United humilha, mete 8 no Arsenal e afunda rival

A goleada é a maior do clássico entre as duas equipes. O Manchester United já havia derrotado o Arsenal por 6 a 2 em 1957 e 1990. Os Diabos Vermelhos ainda venceram por 6 a 1 em outras duas oportunidades

Nem o mais otimista torcedor do Manchester United poderia imaginar um resultado tão fantástico quanto o deste domingo. Nem em seus piores pesadelos a torcida do Arsenal seria capaz de imaginar o que aconteceu em Old Trafford. Neste domingo, pela terceira rodada do Campeonato Inglês, os Red Devils não tomaram conhecimento dos Gunners e golearam por 8 a 2.

Com o resultado, o time comandado pelo técnico Alex Ferguson mantém a campanha perfeita nesta temporada da Premier League, com três vitórias em três jogos e um aproveitamento de 100%, dividindo a liderança com o Manchester City. O Arsenal, por outro lado, segue sem vencer na competição e permanece com apenas um pontinho ­ duas derrotas e um empate até aqui. A situação do técnico Arsene Wenger fica bastante complicada.

A goleada é a maior do clássico entre as duas equipes. O Manchester United já havia derrotado o Arsenal por 6 a 2 em 1957 e 1990. Os Diabos Vermelhos ainda venceram por 6 a 1 em outras duas oportunidades.

Um dos principais destaques da partida deste domingo foi o atacante Wayne Rooney, autor de dois golaços de falta ­ o terceiro e o quarto do United, aos 41 minutos do primeiro tempo e aos 19 da etapa final.
O time de Manchester abriu o placar aos 22 minutos da etapa inicial, com um gol de Welbeck. Cinco minutos depois, o Arsenal teve a oportunidade de empatar o jogo em cobrança de pênalti de Van Persie, mas o atacante holandês desperdiçou ­ o goleiro De Gea, que finalmente teve uma grande atuação, fez bela defesa.

Os outros gols do Manchester United foram marcados por Young, aos 28 minutos do primeiro tempo, pelo português Nani, aos 27 do segundo, e por Park, aos 25 minutos da etapa complementar. Van Persie ainda descontou para 6 a 2 aos 29 minutos do segundo tempo, mas foi só.

Para piorar, o time do técnico Arsene Wenger ainda teve um jogador expulso no clássico, Jenkinsson, aos 32 minutos da etapa final. E, aos 35, em novo pênalti, foi a vez de Wayne Rooney deixar a sua marca, fazer o seu terceiro gol no jogo. Aos 46, Young, de novo, em um chute no ângulo, definiu o placar: 8 a 2.

Na próxima rodada do Campeonato Inglês, o Manchester United enfrenta o Bolton na casa do adversário, no próximo sábado. O Arsenal tenta juntar os cacos no mesmo dia, no Emirates Stadium, diante do Swansea City.