•  
     

Lyoto Machida vence Dan Henderson em combate apertado no UFC 157

Brasileiro mostra estilo conhecido de contragolpes, frustra investidas do americano e agora aguarda confirmação da promessa de Dana White pela chance ao cinturão meio-pesado



Imagem


Em disputa abaixo do esperado, Lyoto Machida derrotou Dan Henderson no UFC 157. Na segunda luta da noite, em evento realizado neste sábado (23), em Anaheim, nos Estados Unidos, o brasileiro conquistou a vitória na decisão dividida dos jurados. Apesar da decisão bastante contestada pelo público presente no Honda Center, o carateca foi mais efetivo em seu estilo de luta e soube se manter longe da chance que Hendo tinha de conquistar a vitória com seu golpe de direita. Agora, Lyoto espera que Dana White confirme a promessa que fez durante a semana, de que o vencedor do duelo seria o próximo na fila ao cinturão meio-pesado.
O card de lutas do show contou com outro brasileiro em ação. No card preliminar, Yuri Villefort, que fazia sua estreia no UFC, acabou derrotado Nah-Shon Burrell após combate movimentado.
A luta
O combate entre Lyoto Machida e Dan Henderson começou estudado. O norte-americano tomou a iniciativa aplicando alguns chutes baixos, mas sem contundência. Por sua vez, o brasileiro aguardava o melhor momento para jogar no contragolpe. O primeiro round transcorreu sem grandes emoções, mas com Hendo sempre andando para frente.
No segundo assalto, Machida abriu o jogo e somava pontos aplicando combinações de socos e chutes altos. Henderson seguia a mesma estratégia da parcial anterior e sempre andava para frente, soltando o perigosíssimo soco de direita. Porém, desta vez, os golpes sempre paravam na guarda de Lyoto.
No último round, o duelo seguia para o mesmo caminho: os ataques de Hendo passavam no vázio e Lyoto acertava no contragolpe. Mas, após um chute aplicado pelo brasileiro, ele acabou derrubado e passou boa parte do round por baixo na luta de solo.
Faltando dois minutos para o término da luta, Machida conseguiu se levantar e voltar para a luta em pé. Com desvantagem no marcador, o brasileiro abriu o arsenal de chutes e combinou golpes na coxa e no rosto de Dan Henderson.
Ao final de 15 minutos de disputa, vitória de Lyoto Machida na decisão dividida dos juízes (29x28, 28x29, 29x28).
Faber finaliza e espanta risco de demissão
Com a série de demissões no UFC, o nome de Urijah Faber ficou ameaçado de corte em caso de revés no evento. Vindo de duas derrotas nas últimas três lutas, o "Californian Kid", como é conhecido, espantou os rumores em grande estilo. Na luta contra o Ivan Menjivar, Faber partiu com tudo e buscou a queda, mas acabou caindo por baixo. Porém, em um rápido movimento, Urijah conseguiu inverter a posição e ficar por cima na luta de solo.
Depois de Menjivar tentar aplicar duas fortes pedaladas, Faber encerrou a disputa com um belo movimento. De forma sensacional, o norte-americano ganhou as costas do adversário e encaixou o mata-leão com seu adversário em pé.
Yuri Villefort perde em estreia no UFC
Primeiro brasileiro a subir no octógono, Yuri Villefort não teve a estreia que esperava no UFC. Diante de Nah-Shon Burrell, o brasileiro encurtou a distância logo nos primeiros minutos e conseguiu uma queda. No solo, Yuri rapidamente chegou às costas e quase finalizou com um mata-leão. Mas o norte-americano conseguiu se recuperar e voltar para a luta em pé.
Melhor na trocação, Burrell acertou os melhores golpes e chegou a derrubar o brasileiro no segundo round. Entretanto, confiante em seus punhos, o norte-americano mandou Yuri se levantar e a disputa continuou em pé.
Na última etapa, Yuri conseguiu derrubar novamente o rival e esteve perto de finalizar a disputa. Primeiro com um mata-leão, que foi bem defendido. Logo em seguida, ele partiu para uma chave de calcanhar, que estava encaixada, mas com uma série de socos no rosto de Villefort, o norte-americano conseguiu aliviar a pressão e sangrar o brasileiro.
Ao final de 15 minutos de disputa, vitória de Nah-Shon Burrell na decisão unânime dos juízes (30x27, 29x28, 29x28)
Confira abaixo os resultados completos do UFC 157:
Ronda Rousey finalizou Liz Carmouche com uma chave de braço no R1;
Lyoto Machida derrotou Dan Henderson na decisão dividida dos juízes;
Urijah Faber finalizou Ivan Menjivar com um mata-leão no R 1;
Court McGee derrotou Josh Neer na decisão unânime dos juízes;
Robbie Lawler derrotou Josh Koscheck por nocaute técnico no R1;
Card Preliminar
Brendan Schaub derrotou Lavar Johnson na decisão unânime dos juízes;
Mike Chiesa finalizou Anton Kuivanen com um mata-leão no R2;
Dennis Bermudez derrotou Matt Grice na decisão dividida dos juízes;
Sam Stout derrotou Caros Fodor na decisão dividida dos juízes;
Kenny Robertson finalizou Brock Jardine com uma chave de joelho no R1;
Neil Magny derrotou Jon Manley na decisão unânime dos juízes;
Nah-Shon Burrell derrotou Yuri Villefort na decisão unânime dos juízes.



FONTE