•  
     

Linha do tempo rende processo ao Facebook

A Cubic Network pretende processar o Facebook pela suposta cópia da Linha do tempo (Timeline) recentemente incorporada à rede social. A companhia chinesa diz que criou o recurso que permitia aos usuários do L99.com — website similar ao Facebook — visualizarem vídeos e demais postagens em ordem cronológica na página do serviço já em 2008.

Além do mais, um dos criadores do projeto chinês, Xiong Wanli, diz ainda que esteve presente na Universidade de Stanford exibindo algumas das características fundamentais do L99.com. Na oportunidade, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, marcou presença e conferiu de perto todas as ideias chinesas na palestra de Wanli.

A demora em iniciar o processo judicial, no entanto, é explicada pela apatia da Cubic Network na ocasião do lançamento da Linha do tempo no Facebook. Na época, a empresa não teria dado muita importância para o assunto. Entretanto, tudo isso mudou depois que alguns advogados norte-americanos entraram em contato com Wanli
.

Fonte