•  
     

Junior Cigano: 'Acredito que vá vencer a luta no segundo ou terceiro round'

Brasileiro diz que não acredita que duelo contra o americano Cain Velasquez dure até o quinto round, e se diz pronto para nocautear o rival, atual campeão.


Confiança e tranquilidade. Com essas palavras é possível descrever o estado de espírito do brasileiro Junior Cigano, que disputará no próximo sábado o título dos pesos pesados do UFC contra o americano Cain Velasquez, o atual campeão. A luta acontece às 0h25m (de Brasília), e terá transmissão ao vivo da TV Globo, no UFC Combate, com narração de Galvão Bueno e comentários de Vitor Belfort.

Imagem
Cigano garantiu estar bem preparado e espera conquistar o título dos pesos pesados em dois ou três rounds contra o americano e atual campeão Cain Velasquez, no próximo sábado, nos EUA.


Mostrando muita serenidade e bom humor, Cigano conversou com a imprensa logo após seu desembarque em Los Angeles, e disse estar preparado para finalizar o combate contra Velasquez no segundo ou no terceiro round.

- Eu acredito que vença a luta no segundo ou no terceiro round. Não acredito que a disputa vá até o quinto round. Se uma luta de pesos pesados dura cinco rounds, é sinal que a luta é ruim. Na nossa categoria, em que um golpe pode definir o vencedor, lutar cinco rounds, ainda mais na disputa pelo título, é muito improvável.

Perguntado sobre a forma como se imaginaria vencendo o atual campeão, Cigano disse não ter preferência pela forma como a vitória eventualmente viria. Para o brasileiro, o importante é conquistar o cinturão de campeão.

- Acho que posso nocautear ou posso finalizar o Velasquez. Estou muito bem preparado, treinei bastante e sei que posso conquistar esse título. Mas respeito muito o Cain, que é um lutador excepcional, completo, com muita força, resistência física e fôlego, e que dificultará ao máximo o meu objetivo. Esse é o maior desafio da minha carreira, mas eu venho treinando muito, todos os dias, e vou entrar no octógono para vencer.

Cigano mostrou muito bom humor ao ser questionado se ficava muito nervoso diante de tantas câmeras e microfones fazendo perguntas em inglês e espanhol.

- Olha, eu não falo bem inglês e não falo bem espanhol, mas estou aprendendo a me comunicar. Minhas aulas são aqui, e meus professores são vocês. Acho que me comunico razoavelmente, mas fico nervoso em tentar passar com clareza as minhas ideias e às vezes não conseguir. Agora ainda não está bom, mas daqui a um ou dois anos vou falar inglês e espanhol bem, e isso vai passar.

http://sportv.globo.com/site/eventos/co ... round.html

dia: 08/11/2011