•  
     

Jovem recebe prótese de mão que pode ser programada por iPhone

Paciente diz que aplicativo aumentou sua independência.
Polegar tem maior mobilidade e executa várias funções.


Imagem

Patrick Kane sofreu de uma forma grave de meningite quando criança. Embora tenham conseguido tratar a doença, os médicos não conseguiram evitar todos os efeitos e tiveram que amputar parte da perna direita e os dedos da mão esquerda – na mão direita, foi preciso retirar também uma parte de cada dedo.

Até os nove anos, o menino utilizou apenas a prótese para a perna. Adaptou-se à limitação de não ter dedos na mão esquerda e as próteses disponíveis na época não o interessavam. Com o lançamento de próteses mais modernas e eficazes, Patrick passou a usá-las.

A nova prótese, recebida nesta semana, se chama “i-limb ultra revolution” e é uma evolução do modelo que Patrick tinha antes, a “i-limb ultra”. Além do aplicativo de iPhone, que facilita a programação, a nova prótese tem maior mobilidade no polegar.

“Eu não tenho mais que usar minha outra mão para ajustar o polegar para diferentes posições de pegada, e o aplicativo me permite acessar tantas opções diferentes a qualquer momento porque está tudo no meu telefone. Realmente vai aumentar minha independência, o que é muito importante para mim”, afirmou Patrick ao site da Touch Bionics, empresa que produz a prótese.


Imagem

g1