•  
     

Intel pagará US$ 1,5 bilhão à Nvidia para dar fim a processo

Uma acusava a outra de uso incorreto de patentes; com fim da ação, Intel poderá usar a tecnologia da Nvidia em seus processadores.

Intel e Nvidia assinaram um acordo de licenciamento que deu fim a uma disputa legal entre as duas companhias. Foi definido que a primeira pagará 1,5 bilhão de dólares à fabricante das placas de vídeo.

“Esse acordo (...) preservará a paz quanto às patentes e garantirá a proteção para que a liberdade no desenvolvimento de produtos continue”, disse, em comunicado, Doug Melamed, vice-presidente da Intel. “Também permite que as duas companhias mantenham seus esforços concentrados em inovações para a área”.

Agora, ambas as empresas possuem licenças para utilizar patentes da outra.

Processo
O longo processo começou quando a Nvidia acusou a Intel de táticas comerciais desleais devido ao modo como licenciava suas patentes. Na ocasião, a briga era quanto a quem havia desrespeitado um acordo assinado em 2004, quanto ao uso comum de chips.

Em fevereiro de 2009, a Intel entrou com uma ação contra a Nvidia na Corte de Delaware, EUA, alegando que a empresa não tinha a permissão de fabricar chipsets compatíveis com seus processadores com controlador de memória integrado – como o Nehalem. O réu se defendeu, afirmando que o acordo de 2004 cobria também a comercialização de tais mecanismos.

Com o fim do processo, a fabricante de placas gráficas receberá 1,5 bilhão de dólares da Intel em parcelas até janeiro de 2016. O primeiro pagamento, 300 milhões, já será feito semana que vem, segundo o que foi anunciado.
 
quem pode mais chora menos neh