•  
     

Governo cortando os pontos!

O governo federal informou nesta sexta-feira (6) que autorizou o desconto dos dias de paralisação de servidores federais de diversos órgãos que estão em greve. A ordem do corte no ponto partiu da Secretaria de Relações do Trabalho do Ministério do Planejamento.
Segundo a assessoria de imprensa da pasta, cada órgão vai definir o período exato do corte do ponto em razão da paralisação. Ainda conforme a assessoria, o ministério "segue a norma legal" ao autorizar os cortes.
Apesar da decisão de descontar os dias parados, o governo diz que manterá as negociações com os servidores, que tentam garantir reajuste dentro do Orçamento de 2013, que será entregue pelo governo federal ao Congresso até 31 de agosto.
Estão parados servidores de diversos órgãos, como Funasa, Ministério da Saúde, Ministério do Planejamento, Ministério do Trabalho e Emprego, Ministério da Integração Nacional, Ministério do Desenvolvimento Agrário, Ministério da Justiça, Fundação Nacional do Índio (Funai) e Ministério da Agricultura. O movimento começou em datas diferentes em cada órgão durante o mês de junho.
Além disso, a greve dos professores das instituições federais de ensino pela reestruturação da carreira docente atinge 95% das instituições, segundo dados do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes). Das 59 universidades, 56 têm professores parados. A greve dos servidores técnicos administrativos atinge todos os institutos federais de ciência e tecnologia em 22 estados, além dos dois centros federais de tecnologia e o Colégio Pedro II.