•  
     

G1 jogou: 'Nintendo Land' traz minigames para jogar com amigos

Um dos games que acompanhará o Wii U no lançamento do videogame no final de 2012 é “Nintendo Land”. O título traz 12 minigames que usam o controle-tablet do aparelho, reunindo amigos que usarão o Wii Remote tradicional em desafios divertidos e rápidos.
O G1 testou com exclusividade cinco destes 12 jogos nesta terça-feira (5) durante a Electronic Entertainment Expo (E3), e eles prometem divertir jogadores hardcore e casuais do mesmo modo que “Wii Sports” fez quando o primeiro Wii foi lançado em 2006.

Todos os jogos usam a tela sensível ao toque do controle para apresentar mais informações ou interagir com os elementos da tela. O controle também pode ser girado e sacudido para interagir com os minigames.

1 – Luigi’s Ghost Mansion
Neste minigame, o jogador que está com o controle-tablet assume o papel de um fantasma que pode ver a posição dos outros quatro jogadores, que usam o Wii Remote tradicional. Eles não enxergam a alma penada que anda por corredores estreitos de uma mansão, apenas “sentem” que ela está próxima quando o controle vibra.

Minigame 'Luigi’s Ghost Mansion'
(Foto: Gustavo Petró/G1)
O objetivo é que os quatro personagens usem lanternas para eliminar o fantasma antes que ele os pegue. Como ele está com a vantagem de ver toda a fase, os gamers precisam trabalhar em equipe, avisando quando sentem que o fantasma está perto, apontando a lanterna para ele.

Quando o fantasma pega um dos jogadores, ele fica desmaiado no chão. Só é possível revivê-lo apontando a lanterna por alguns instantes. Isso, por outro lado, deixa este personagem exposto, obrigando que o restante da equipe faça uma cobertura para evitar que mais gamers sejam pegos.
saiba mais
Acompanhe a cobertura completa da E3
Além de se preocupar com o fantasma e os colegas desmaiados, o jogador precisa ficar de olho em sua lanterna, de bateria limitada, e coletar mais pilhas para continuar na partida. O fantasma vence quando conseguir deixar os quatro jogadores desmaiados e a equipe vence quando conseguir usar a luz para afastar o fantasma.

O game é muito divertido, principalmente quando jogado com cinco pessoas no total. Assim como em jogos de tabuleiro, é necessário conversar e ajudar um ao outro pois, caso o contrário, é impossível vencer o fantasma.

2 – Takamaru’s Ninja Castle
O game é apenas para um jogador que, de posse do novo controle do Wii U, deve lançar estrelas ninja (conhecidas como shirukens) nos inimigos que parecem feitos de papel na tela. O controle-tablet é segurado de forma vertical e, quanto mais rápido e forte forem os movimentos dos dedos na tela para lançar os projeteis, mais longe eles vão para atingir os ninjas.

Jornalista testa o minigame 'Takamaru’s
Ninja Castle' (Foto: Gustavo Petró/G1)
O sistema de mira funciona ao apontar o controle para a tela. Há um cursor que mostra para onde o jogador está apontando. O contraponto de força e mira é, quanto mais fraco se lança uma estrelinha, melhor é a mira, mas ela atinge o inimigo com pouco impacto. Por outro lado, quanto mais forte for o lançamento, mais facilmente o adversário é eliminado, mas o cursor aumenta de tamanho, prejudicando a mira.

O jogo apresenta diversas fases que trazem ninjas mais difíceis. No início, eles apenas aparecem na tela; depois, lançam estrelinhas e bombas (que podem ser rebatidas com os projeteis do jogador) e, no final, há um confronto contra um samurai que rebate seus ataques – para vencê-lo, é necessário atingi-lo no momento certo.

3 – Animal Crossing: Sweet Dreams
O minigame que usa o cenário e os personagens de “Animal Crossing” é similar às demonstrações do Wii U feitas pela Nintendo na feira Consumer Electronic Show (CES), que ocorreu em janeiro na cidade de Las Vegas, também nos Estados Unidos. Quatro jogadores ficam com Wii Remotes, e o objetivo deles é coletar doces e fugir de dois guardas, que por sua vez são controlados por quem estiver com o controle-tablet.

Jornalista joga o minigame 'Animal Crossing: Sweet Dreams' (Foto: Gustavo Petró/G1)
Quanto mais doces são coletados, mais lentos - e cabeçudos – eles ficam, facilitando aos guardas capturá-los. Entretanto, no caso de uma captura iminente, é possível jogar os doces fora, tornando o personagem mais leve e ágil.

Os guardas, por sua vez, são controlados por cada uma das alavancas analógicas do novo controle, o que causa certa confusão no início. Pela tela, o jogador consegue ver todo o cenário, mas levar os guardas para posições diferentes é o maior desafio.

A partida termina quando os guardas pegam os personagens com os doces por três vezes. Do outro lado, se todos os quatro bichinhos coletarem uma determinada quantidade de doces, eles vencem.

Minigame 'The Legend of Zelda:
Battle Quest' (Foto: Gustavo Petró/G1)
4 – The Legend of Zelda: Battle Quest
Baseado na série de mesmo nome, "The Legend of Zelda: Battle Quest" faz os Miis dos jogadores encarnarem versões do personagem Link que saem juntos para enfrentar inimigos.
O jogador que usar o controle-tablet abre caminho para quem estiver usando o Wii Remote, que por sua vez só pode mover o joystick, como se estivesse com uma espada, para cortar os inimigos.

Além de visualizar melhor os detalhes por meio da tela do controle-tablet, quem estiver com o novo controle do Wii U pode lançar flechas e avisar dos perigos para seus companheiros.
5 – Donkey Kong’s Crash Course
Feito para apenas um jogador, neste jogo é necessário fazer alterações no traçado que um carrinho deve percorrer para que ele chegue ao ponto de destino. O cenário é nostálgico e remete ao game “Donkey Kong”, da década de 1980, no qual Mario tinha que salvar a princesa alcançando o topo de uma construção.
Na tela do controle-tablet, é necessário abrir e fechar pontes e girar pedaços da pista o mais rápido possível para vencer as fases. Ao longo do caminho, o carrinho coleta moedas que dão ao jogador mais pontos e novas opções de comando.


Fonte : http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/ ... migos.html

By VnS
 
games kkkk essa da nintendo e bem loka !