•  
     

Fifa confirma abertura em São Paulo, mas nega bancar construção de estádio

O imbróglio em torno da abertura da Copa do Mundo de 2014 chegou ao fim. Após reunião realizada na última sexta-feira, em Zurique, a Fifa ratificou que a primeira partida do Mundial será realizada em São Paulo. Apesar disso, a entidade negou ter a intenção de tirar dinheiro dos seus cofres para bancar a ampliação da Arena de Itaquera, provável sede da capital paulista.

Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, a decisão sobre a abertura da Copa do Mundo foi tomada após uma reunião em Zurique, na Suíça, envolvendo Ricardo Teixeira, presidente da CBF e do Comitê Organizador Loca, Jerome Valcke, secretário-geral da Fifa, além de Julio Grondona e Rafael Salguero, membros do Comitê Executivo da entidade.

“Ficou fechado que a abertura será mesmo em São Paulo. Mas cabe ao Brasil agora encontrar uma solução para o estádio”, afirmou Grondona, que também é presidente da Associação de Futebol da Argentina (AFA).

“O estádio do Corinthians está projetado para ter pouco mais de 40 mil lugares. Não se pode ter uma abertura da Copa no estádio do Corinthians com essa capacidade. Mas o compromisso é de que terão de aumentar o local para que possa incluir 65 mil. Caso contrário, outro lugar terá de ser construído do zero”, completou Salguero, outro participante da reunião realizada na última sexta-feira.

A declaração do dirigente vai contra o planejamento do presidente do Corinthians, Andres Sanchez. O mandatário alvinegro já afirmou que o clube não irá bancar a ampliação do estádio que o clube pretende construir em Itaquera. Para essa obra, os corintianos almejavam que a Fifa ou o COL injetassem verba.

Com essas possibilidades praticamente descartadas, poderá recair para o poder público a obrigação de investir na ampliação do estádio do Corinthians, possibilidade esta que também já foi refutada por diversas vezes por representantes de todas as esferas, como o ministro do Esporte, Orlando Silva Jr., além do governador Alberto Goldman e do prefeito Gilberto Kassab.

Mesmo assim, uma comitiva da Fifa, incluindo o presidente Joseph Blatter, irá desembarcar no Brasil no fim de novembro para inspecionar de perto os trabalhos envolvendo a Copa do Mundo de 2014. Na agenda do mandatário da entidade está um encontro com o futuro presidente e também uma reunião com Geraldo Alckmin, governador eleito de São Paulo.


fonte uol
 
VOcês vao ver oq O ROnaldo Fenomeno ! VAI fazer AGUARDEM !
Anexos
parças.jpg
 
ai meu deus .-.