•  
     

fg/gau: “Ela a agrediu com uma arma branca”

g3x-013.3.jpg


Nesta sexta, o site do Made in Brazil conseguiu uma entrevista exclusiva com Deisiele “gau” Martini, do Firegamers Girls. O time perdeu o título da G3x Cup para as meninas do fleuR, que venceram o confronto por dois mapas a zero.

Perguntamos sobre a entrada dela para o FG Girls, sobre a campanha de sua equipe no único campeonato feminino de 2009 e sobre seu desempenho, que foi bastante criticado. Na entrevista, gau ainda falou sobre o futuro do cenário feminino e sobre os boatos que agitaram a semana sobre uma possível confusão na O2 Lan House, palco da Final Nacional. Será que a briga realmente aconteceu? O que, de fato, aconteceu?

Leia em detalhes abaixo:

Você disputou a competição feminina da g3x Cup pelo Firegamers Girls. Como aconteceu o convite para entrar na equipe?
As jogadoras do Firegamers Girls queriam alguém que conseguisse acompanhar os treinos. Elas estavam observando algumas meninas. Joguei um pouco com elas e elas estavam me observando também. Depois disso, elas perguntaram sobre minha disponibilidade para os treinos e campeonatos e deu certo, porque bateu certinho com o horário de treino que elas pretendiam ter. No começo foi meio difícil, pois tomei uns puxões de orelha das meninas (ju, tay e shAy), mas agora estamos bem e aprendi muito com a nati. Enfim, elas acreditaram no meu potencial, mesmo sabendo que no meu primeiro campeonato, que seria a g3x, eu poderia “tremer”.

Depois da derrota da sua equipe na disputa pelo título, muitos criticaram o seu desempenho. Você também acha que rendeu abaixo do esperado?
Nós treinamos por mais ou menos dois meses. Porém, foram poucas as vezes que todas estavam online pelo fato de algumas estudarem a noite. Não rendeu muito, mas foi bem disputado. Já era meio esperado que eu iria “tremer” um pouco na lan pelo fato de ser o meu primeiro campeonato e ainda representando uma tag com um peso muito forte. Eu joguei muito tranquila os primeiros mapas contra madchen e bsb. Quando chegou na final, é sempre aquela pressão, né. E como eu ainda não tenho experiência, foi difícil para mim ter muitas pessoas atrás torcendo e fazendo pressão para ganharmos. Na nuke, que foi o primeiro mapa, parecia que nem era eu jogando. Só quem já passou por isso sabe o quanto é ruim o primeiro campeonato. Na inferno eu já me soltei um pouco, mas não foi 100%. No OT eu estava mais calma e deu para garantir uns rounds legais. Mas enfim…a galera ficou pesando, falando que eu fiz feio na lan, me chamando de @net, mas para mim pouco importa a opinião dos outros. O que importa é o que eu e meu time achamos. Se eu não tivesse capacidade não estaria aqui com elas até hoje.

E a sua presença no FG Girls está confirmada?
Com certeza. Não pretendemos mudar de line tão cedo.

FGGirlsg3xCup.jpg


Vocês não pretendem mudar de line, mas a escassez de campeonatos femininos não desestimula as jogadoras?
Ah, desestimula um pouco. Porém, se a gente não aproveitar o pouco temos, daí que não vai ter mais. Se continuarmos jogando, podem surgir mais e mais times. Foi o caso do bsb, que montaram um pouco antes do campeonato e, pelo visto, elas vão continuar.

Vocês enfrentaram o fleuR para decidir qual equipe seria campeã. A maioria da comundidade apostava na vitória do FG Girls. Esse favoritismo atrapalhou vocês? Vocês entraram na partida com muita confiança?
Bom, para as meninas acredito que não atrapalhou. Não entramos neste campeonato esperando apenas a final. Demos o nosso melhor contra todos os outros times e para mim não importa se foi contra madchen, bsb ou fleuR, todas temos a mesma capacidade de ganhar. Mas para mim esse favoritismo atrapalhou sim, porque como eu disse, foi meu primeiro campeonato, ainda mais sem treinar muito e com a pressão de muitas pessoas torcendo pela nossa vitória, isso me deixou um tanto quanto nervosa. É difícil representar, de primeira assim, uma tag tão reconhecida.

Após o término do confronto final, os espectadores estranharam a demora para o recomeço da competição masculina. Começaram a surgir os boatos de que havia acontecido uma briga. É verdade?
Sim, realmente rolou uma confusão depois da final. Na verdade, a pan pegou a tay de costas e a agrediu com uma arma branca (nunchaco).

O que aconteceu?
Quando eu cheguei na O2, vieram me contar que a pan tinha ligado perguntando se eu já estava na lan, falando que estava vindo para me bater. Daí eu me pergunto: por que bater em mim se quem sempre me zuou foi ela? Enfim… Depois de um tempo, quando eu saio na rua com as meninas, a psicopan está desfilando com um nunchaco na mão. WTF? Todos achando engraçado que ela havia trazido aquilo para agredir umas das meninas. Logo depois vieram me falar que não era mais em mim que ela queria bater, que agora o negócio era com a tay. Nós nem estávamos preocupadas porque não acreditávamos que essa __________ seria capaz de bater com um nunchaco na cabeça de alguém.

Logo após o término da final feminina, nós descemos e as meninas foram pra rua. Eu fiquei lá dentro, pois fui comprar minha passagem de avião de volta. A galera ficou lá fora e perguntando para a pan: “Você não vai usar isso ae?”. Alguns minutos depois, eu escuto a juliana gritando com a pan lá fora, eu saio correndo, a pan está com o nunchaco na mão e a galera toda rindo. Ninguém fez nada, NINGUÉM segurou essa marginal. Mas enfim, depois a juliana me contou direitinho o que tinha acontecido: a tay estava de costas para a pan (detalhe que já havia gente com câmera e celular para gravar. Foram homens para gravar, mas não foram homens suficiente para dizer que gravaram) e a ela simplesmente bate com o nunchaco na cabeça da tay. Foi aí que a juliana começou a gritar com a a pan (sorte dela que ela ainda estava com o nunchaco na mão) e a pan dizia: “vocês vão vir também?”. Coitadinha… ela estava morrendo de medo e pegou o primeiro ônibus que passou e foi embora

gauFGGirls.jpg


O que aconteceu com a tay? Ela chegou a desmaiar, se machucou muito?
Na hora ela desmaiou por uns 5 segundos e depois levantou com um zunido no ouvido… Levaram-na para sentar e logo em seguida o nosso patrocinador, Luciano, do Firegamers, ligou para a polícia e para levá-la ao hospital. Porém, poderia ter sido bem grave se a pan tivesse força. A tay fez todos os exames e graças a Deus não teve nada mais sério, apenas uma baita dor de cabeça no dia seguinte. Agora ela já está bem, curtindo sua vida, como sempre.

A confusão terminou por aí?
Não, após tudo isso, fomos até a casa da pan relatar o fato ocorrido para os pais dela. Chegando lá, ela teve uma grande surpresa, pois não acreditou que a gente sabia o endereço dela. O pai dela foi muito gentil e pediu para que a gente entrasse e sentasse. Começamos a contar o que havia acontecido e os pais dela não estavam acreditando no que a filha havia feito. A mãe dela estava muito nervosa, se descontrolou, puxou os cabelos da pan, deu um tapão na orelha dela e ainda falou que iria apanhar mais. Só pra esclarecer: nós fomos para a casa da pan para contar o que havia acontecido porque é assim que se começam os marginais, isso vai ser para o bem dela e com certeza vai ficar marcado para ela ter apanhado na frente de três meninas. Fomos para a polícia fazer um BO e logo logo vai chegar na casa da pan uma cartinha com um servicinho para ela prestar.

Mas por que tudo isso aconteceu? Qual o motivo da pan ter tomado essa atitude?
A pan disse que fez isso porque a tay zuava ela na internet. Mas mesmo que a tay tivesse batido nela antes, não seria motivo para ela pegar a tay de costas e dar com um bastão de frente na cabeça. Não sei como pode existir pessoas que ainda façam piadinhas e a apoiem por esssa atitude. Se eu fosse dar bola para cada pessoa que me zoa e pegar um bastão de ferro, ela seria a primeira e depois mais metade do CS. Quanto mais as pessoas zoam, mais atenção você dá para quem é zuado. Cuidado. Ignorar é o pior castigo.

gauFG.JPG


E qual sensação ficou deste triste acontecimento, ainda mais depois da derrota para o fleuR?
Bom, foi o primeiro campeonato e já acontece isso tudo. É complicado lembrar, mas acontece, né. Eu e a juliana estávamos muito nervosas, chorávamos de raiva e de dor que sentimos pela tay. Mesmo eu não sendo amiga da tay há tanto tempo como a juliana é, eu gostou muito dela e me deu um aperto no coração. Sim, sou muito sentimental para essas coisas. A essa altura, eu já tinha até esquecido que tínhamos perdido a final. Estávamos querendo matar aquela criaturinha, mas estávamos mais preocupadas com a saúda da tay, porque não se pode deixar passar em branco uma batida na cabeça, por mais fraca que seja.

Obrigado, gau, pelos esclarecimentos. Você tem agora o espaço para deixar sua mensagem final.
Agradeço a você, SUPREMO, e ao site do MIBR por esta oportunidade de esclarecer as coisas e fazer a galera que está apoiando esse fato pensar um pouco mais sobre suas atitudes. Queria agradecer a todos que nos apoiaram na g3x Cup e que continuam nos apoiando, aos nossos patrocinadores Firegamers e Maxigames. Um grande abraço para o Luciano, que sempre esteve nos apoiando, que assistiu e torceu por nós em todos os jogos. Bruno, obrigado por tudo também, aiMusooooo NIII valeu ae TRUTAAAA! Haha. JULIANA, TATAY, SHAY e NATI, amo vocês! Um beijo pro baldasso, dupla forever!!

Link: http://www.mibr.com.br/?p=19496
 
gaustosaaaaa
 
ai ki gostoso