•  
     

Farmácias e peixarias são multadas no 1° ano da lei antifumo

Um levantamento da Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo, baseada em multas aplicadas pelo Procon e pela Vigilância Sanitária, aponta que 117 estabelecimentos de naturezas diferentes foram autuados por descumprir a lei antifumo no Estado, entre agosto de 2009 e junho deste ano. O balanço foi divulgado nesta sexta-feira, um dia antes de a lei completar um ano em vigência.

Entre os locais autuados, estão 37 padarias, 31 armazéns e mercearias, 21 lojas de roupas, 14 hotéis, 11 postos de gasolina, 11 clubes sociais ou desportivos, 10 lojas de bebidas, nove farmácias, oito discotecas e danceterias e sete peixarias, além de lojas de autopeças, lanhouses, agências de viagem, universidades, escolas de idiomas, armarinhos, lojas de livros e locadoras de vídeo.

A região do alto Tietê e Guarulhos foi a campeã no desrespeito à lei neste primeiro ano de vigência, com 54 autuações em 8.065 operações de fiscalização, índice de 0,67%. A tabulação por região considera visitas até a data de 15 de julho de 2010.

A segunda colocada foi a capital paulista, com 389 autuações em 90.115 fiscalização, índice de 0,43%. De acordo com a pasta, houve quatro reincidências, mas nenhum local foi interditado. O município com menos autuações foi Assis, com apenas uma multa em 9.353 ações, índice de 0,01%.

Multas na capital paulista
De acordo com o levantamento da secretaria, o bairro do Itaim Bibi, na zona sul, foi o que teve maior índice de descumprimento da lei. De 7 de agosto de 2009 até o final de junho de 2010, período considerado para este estudo, foram 32 multas neste bairro, de um total de 381 aplicadas em toda a cidade.

Em segundo lugar ficou o bairro da Liberdade, com 20 multas, seguido por Sumaré, Campo Belo e Sé/República, cada um com 19 autuações. Entre as regiões da cidade, a zona sul, que tem o maior perímetro da capital, lidera com 109 multas, seguida pela região central, com 78, e a zona leste, com 74. A zona norte teve 70 multas e a zona oeste, 50.

Sete bairros não tiveram nenhuma multa: Vila Maria, Brasilândia, São Mateus, Guarapiranga, Perus, São Rafael e Guaianases.