•  
     

[ JORNAL GAMER MEGATÓPICO ] Far Cry 3

Em entrevista ao site Kotaku, Dan Hay, produtor de Far Cry 3, respondeu a várias perguntas sobre as mecânicas do jogo. Hay falou principalmente sobre as diferenças entre esse jogo e o anterior, Far Cry 2. Várias novidades vão facilitar a vida do jogador, outras vão dificultar, em busca de um equilíbrio adequado ao novo protagonista. Confira os detalhes no resumo abaixo.
Imagem


Como o game é novamente situado em uma ilha tropical, está de volta a possibilidade de propagação de incêndios na floresta. Se você queimar arbusto ou árvores, há grandes chances de o fogo se espalhar. O mundo aberto continua muito vasto, mas há opções de viagens rápidas para lugares que você já conhece. Além disso, ao dominar uma determinada região matando todos os inimigos, eles não voltam mais, e a área é permanentemente sua.

Outra novidade é que suas armas não enferrujam. Em vez disso, será necessário aprender a manejá-las com precisão. “[O protagonista] Jason é um cara comum. Não é alguém com treinamento militar. Quando ele pega uma arma, atrapalha-se”. Por outro lado, não será mais necessário tomar as infames pílulas contra malária. Será mais fácil controlar sua energia.

O foco de Far Cry 3 não será tão forte na ação, mas na sua sobrevivência e, mais do que isso, na sua sanidade. Ao longo do game, o jogador atravessa diferentes experiências de tensão e violência que moldam o personagem de Jason. Ele é tirado do seu conforto e atirado de cabeça em uma terra estranha, com pessoas muito perigosas. E terá que se adaptar a esta realidade, aprendendo a se defender e contra-atacar.

O jogo é situado em um arquipélago. A campanha single player acontece em uma ilha, a campanha cooperativa para quatro pessoas acontece em outra, e o multiplayer competitivo, em uma terceira. Há ainda um editor para criar ilhas e mapas exclusivos. Far Cry 3 será lançado em 4 de dezembro nos Estados Unidos, para PlayStation 3, Xbox 360 e PCs.

FONTE : TECHTUDO.