•  
     

ESTERÓIDES ANABOLIZANTES | Efeitos colaterais

Conheça os anabolizantes mais usados e seus principais efeitos colaterais.

Os esteróides anabolizantes são um grupo de hormônios ligados aos androgênios, os hormônios masculinos. São usados para melhorar a performance atlética e estimular o ganho de massa muscular.

O androgênio natural produzido pelo nosso organismo é a testosterona, responsável pela maior massa muscular, pela característica distribuição de pelos e pela voz mais grossa do ____ masculino. Os hormônios masculinos são produzidos nos testículos e na supra-renal.

Muitos atletas e frequentadores de academia têm feito uso de androgênios sintéticos visando aumento de performance competitiva e aumento de massa muscular para fins estéticos.

Entre os mais comum podemos citar a Nandrolona (Deca Durabolin), estanozolol (Winstrol), androstenediona (Andro)*, dehidroepiandrosterona (DHEA)*, Oxandrolona (Anavar), Oximetolona (Anadrol-50 ), dihidrotestosterona (DHT) e a metiltestosterona.

* Parecem não oferecer real ganho de massa muscular

Os androgênios são usados na medicina desde a década de 30 e até hoje apresentam muitas finalidades na área médica, como no tratamento da caquexia em doentes com câncer e HIV, nos jovens com atraso de puberdade, no hipogonadismo, na andropausa, etc...

Desde 2002 surgiu uma nova classe de esteróides anabolizantes sintéticos, chamados de "designer steroids", voltados exclusivamente para atletas, já que foram desenhados para não serem detectados nos exames anti-doping. São drogas não testadas em estudos clínicos e não aprovadas para uso médico. São a classe mais perigosa de anabolizantes uma vez que não havendo trabalhos científicos sobre seus riscos e efeitos, os usuários acabam sendo as próprias cobaias.

Os mais famosos são:
Tetrahidrogestrinona (THG)
Desoximetiltestosterona (Madol)
Norboletona (Genabol)

Efeitos colaterias dos anabolizantes

- Testículos
Diminuem a função dos testículos levando a supressão da produção de testosterona natural, reduzindo a produção de espermatozóides e causando sua atrofia (diminuição de tamanho).

- Ginecomastia
É o termo usado para o aparecimento de mamas nos homens. Normalmente a testosterona é convertida em parte para o hormônio feminino estradiol. Quando se toma grandes quantidades de testosterona, grandes quantidades viram estradiol e estimulam o desenvolvimento de mamas. Nem todos os esteróides anabolizantes causam ginecomastia. Alguns como a dihidrotestosterona não são convertidos em estrogênio.

- Eritrocitose
É o aumento dos glóbulos vermelhos (hemácias). É o oposto da anemia.

- Hepatite
Alguns androgênios são tóxicos ao fígado, podendo levar a hepatite e falência hepática. Um dos principais é o estanozolol (Winstrol).

- Coração
Parece haver um maior risco de morte súbita por doenças cardíacas em usuários de anabolizantes, mesmo naqueles que são jovens e não apresentam doença cardíaca prévia. Alguns anabolizantes também aumentam os níveis de colesterol LDL e reduzem o colesterol.

Existe também uma incidência maior de hipertensão nos usuários de esteróides anabolizantes.

- Pele
Além de acelerar o processo de calvície, pode produzir acne grave. Na foto abaixo o usuário desenvolveu uma acne tão extensa que quase morreu de sepse, As cicatrizes ficarão para sempre.


Imagem


- Outros
Os esteróides também são associados a insuficiência renal, glomerulonefrites, alteração da voz, comportamentos agressivos e distúrbios psiquiátricos.

- Adolescentes
Os anabolizantes interrompem o crescimento e aceleram a puberdade se tomados quando muito jovem.

- Mulheres
Talvez os efeitos mais drásticos ocorram no ____ feminino. As mulheres passam desenvolver características masculinas como voz grossa, alargamento da mandíbula, aumento do clitóris, calvície, crescimento de pelos na face e cessação da ___________.

Imagem

FONTE:http://www.mdsaude.com/2009/03/esteroides-anabolizantes.html
IMAGENS: google.com
Autor do artigo
Pedro Pinheiro Médico formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 2002. Diploma reconhecido pela Universidade do Porto, Portugal. Título de especialista em Medicina Interna pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) em 2005. Título de Nefrologista pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e pela Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN) em 2007. Título de Nefrologista pelo Colégio Português de Nefrologia.
 
ps: vontade de xupar esse clitóris...

brincadeira, q nojo huashusahusa
 
isso o magrelo sabe de cór

né bombadão kk
 
P'h Escreveu:isso o magrelo sabe de cór

né bombadão kk



oi Imagem

transaria com uma mulher com esse clitóris?


faria um anal nela? HUAHUAHUAHUHUAHUA

sei mesmo T.T
 
eu não credo

eu vomito nela isso sim u.u
 
Que tópico tenso !
Pior que muitos sabem que fazem mal, apesar de não saberem os efeitos, mas correm atras dessas drogas!

@ e aquela minhoca (________) nascendo na mulher? alguem encara? OSKAOSKASOKASOAKS'
 
Que nojo vei ;c pele cheia de micose,sarda sei lá saspoha /;