•  
     

Escrita mantida ou virada épica? Palmeiras e Grêmio disputam vaga

Dois gols em 90 minutos. O Palmeiras precisa evitar, o Grêmio tem de executar. Nesta quinta-feira, às 21h (horário de Brasília), na Arena Barueri, os rivais voltam a se encontrar pela Copa do Brasil em situações bem diferentes de oito dias atrás, quando o Verdão, em baixa, fez 2 a 0, calou o Olímpico e obteve vantagem significativa nas semifinais da competição. O Tricolor, que vinha em bom momento, sentiu o baque e agora precisa marcar pelo menos duas vezes para levar a decisão da vaga aos pênaltis. O reencontro entre Luiz Felipe Scolari e Vanderlei Luxemburgo tem tudo para ser ainda mais disputado.

A vitória em Porto Alegre deixa o Palmeiras em situação confortável, pois o rival só passa para a final de forma direta se fizer pelo menos três gols. O trunfo de Felipão é simples: ele encontrou a formação ideal justamente no momento decisivo da temporada, com Henrique jogando mais avançado, equilibrando o meio-campo e protegendo a defesa. Além disso, a lesão de Luan abre espaço para o iluminado Mazinho, que mudou o jogo de ida das semifinais, marcando um gol e participando do segundo. Sem finais nacionais desde a Copa dos Campeões de 2000, o Verdão encara o confronto como o jogo da década.

Do outro lado, a equipe de Luxemburgo promete chegar mais forte, com Kleber e Marcelo Moreno mais preparados depois de terem se recuperado de lesões. No jogo de ida, um saiu quando o outro entrou. Depois de uma semana de tranquilidade em Atibaia, interior de São Paulo, Luxa pôde armar sem grandes problemas a equipe que tentará o que ninguém conseguiu na história da Copa do Brasil.

Uma equipe abriu dois gols de vantagem sobre o rival nas semifinais da competição nacional em 17 oportunidades. Em nenhuma delas o derrotado do primeiro jogo conseguiu inverter a situação. O Grêmio, porém, é recheado de histórias de superação. Na Copa do Brasil, a equipe já buscou fora de casa uma vantagem que lhe foi tirada no Olímpico. Contra o Paraná, em 1992, o time levou 1 a 0 em casa e buscou o 2 a 1 em Curitiba.

O jogaço desta quinta-feira terá acompanhamento em Tempo Real do GLOBOESPORTE.COM a partir das 21h. O SporTV transmite para todo o Brasil. O árbitro será Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG), auxiliado por Márcio Eustáquio Santiago e Guilherme Dias Camilo (ambos de MG).

Imagem


Fonte