•  
     

Em três minutos, Santos faz dois gols e vence

Peixe bate o Atlético-PR por 2 a 0, quebra tabu na Vila, e se aproxima dos líderes do Brasileirão

santos.jpg
Peixe quebra jejum de quase um mês sem vencer na Vila Belmiro
santos.jpg (11.95 KiB) Visto 36 vezes


Enfim, o Santos conseguiu vencer na Vila Belmiro. Após quase um mês sem triunfar em seu estádio, a equipe paulista superou o Atlético-PR por 2 a 0, com dois gols marcados na segunda etapa, em um intervalo de apenas três minutos. Desta forma, o Peixe se aproxima ainda mais dos líderes, com apenas sete pontos a menos do que o Fluminense. Essa diferença irá aumentar neste domingo, já que o time carioca enfrenta o Cruzeiro, segundo colocado com apenas um ponto a menos.

A última vitória do Alvinegro no estádio havia sido em 15 de outubro, contra o Atlético-GO. Foi justamente nessa partida que o clube começaria a viver um inferno astral, após briga entre Neymar e Dorival Júnior. A confusão culminaria com a saída do treinador. Curiosamente, a confusão se deu porque o treinador impediu que o camisa 11 cobrasse uma penalidade. Neste sábado, houve um pênalti para o Peixe, e o craque deu força a Zé Eduardo para que batesse.

O jogo

O Peixe teve grandes dificuldades em criar chances na primeira etapa e viu o Atlético-PR ter a melhor oportunidade de marcar aos 26 minutos, quando Branquinho, o melhor do Furacão, arriscou de fora de área e obrigou Rafael a fazer grande defesa.

O susto fez com que o Santos acordasse e Neymar, por duas vezes, quase abrisse o marcador, logo na sequência. Primeiramente aos dar lindo drible no zagueiro do Atlético e chutar rasteiro. O goleiro João Carlos salvou com o pé. No minuto seguinte, outra vez a Joia: ele arriscou de fora da área e a bola passou por sobre o gol.

No segundo tempo, o jogo permanecia morno, mas Marcelo Martelotte promoveu, aos 16 minutos, a alteração que mudaria o rumo do jogo: Pará saiu e deu lugar a Maranhão.

O lateral-direito, que pouco jogou no time da Vila até o momento, fez ótima jogada, aos 17, tabelando com Neymar, e bateu rasteiro, sem chance para João Carlos, que viu a bola morrer no fundo da rede do Furacão.

A blitz do Peixe não parou por aí. Neymar fez ótima jogada, invadiu a área, e foi derrubado por Paulinho. Pênalti corretamente assinalado pelo árbitro da partida. Zé Eduardo, com o apoio da Joia, bateu firme e, mesmo com o goleiro acertando o canto da cobrança, fez o gol que deu números finais à partida.

Com o resultado, pelo menos até as partidas deste domingo, o Santos é quarto colocado no Campeonato Brasileiro, apenas sete pontos abaixo do líder Fluminense. Na próxima quarta-feira, o Peixe ainda jogará contra o Internacional, novamente em casa, em partida adiada válida pela 13ª rodada do Brasileirão.

O Atlético, que vinha em ascenção com Paulo César Carpegiani, que deixou o comando do clube para assumir o São Paulo, estagna no 43 pontos e tem freada sua subida rumo ao G3 do torneio.

FICHA TÉCNICA:
SANTOS 2 X 0 ATLÉTICO-PR

Estádio: Vila Belmiro, Santos (SP)
Data/hora: 9/10/2010 - 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Felipe Gomes da Silva (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ)
Renda/público: R$230.165,00 / 8.417 pagantes
Cartões amarelos: Neymar e Arouca (SAN); Rhodolfo (ATL)
GOLS: Maranhão, 17'/2ºT (1-0) e Zé Eduardo, 20'/2ºT (2-0)

SANTOS: Rafael, Pará (Maranhão, 16'/2ºT), Vinicius, Durval e Léo; Arouca; Roberto Brum, Alan Patrick (Breitner, 31'/2ºT) e Danilo (Alex Sandro, 26'/1ºT); Neymar e Zé Eduardo. Técnico: Marcelo Martelotte.

ATLÉTICO-PR: João Carlos, Elder Granja, Manoel, Rhodolfo e Paulinho; Chico, Olberdan, Branquinho e Paulo Baier (Thiago Santos, 25'/2ºT); Iván Gonzales e Nieto (Netinho, 25'/2ºT). Técnico: Sérgio Soares.






Fonte: Msn Esportes
 
e o vasco ganhando de 3x1 deixa empata :'(
 
Cav.cfg Escreveu:e o vasco ganhando de 3x1 deixa empata :'(

ahsuahsuahsuahsuahs deruuu moli
ri pakas