•  
     

Dirigentes vibram com goleada, mas Robinho e Ibra avisam: 'Não acabou'

Destaques do massacre do Milan contra o Arsenal pedem que time não perca o foco no jogo de volta, enquanto Galliani vibra: 'Jogo foi perfeito'.


Imagem
Robinho brilhou na partida contra o Arsenal pela
Champions League

O humilhante 4 a 0 imposto pelo Milan ao Arsenal no primeiro duelo entre as equipes pelas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, é claro, foi exaltada pelos rossoneri. No entanto, a postura após a partida é bem diferente se forem comparadas as declarações de dirigentes e dos jogadores. Enquanto Galliani e Berlusconi são só festa, Robinho e Ibrahimovic pedem cautela para evitar um tropeço no jogo de volta.
Em entrevista ao canal de televisão "RAI Sport" após a partida, o brasileiro, que marcou dois gols no jogo, festejou a atuação e o resultado, mas pediu seriedade na partida de Londres.
- Claro que estamos em uma boa situação, mas a pegada tem que ser a mesma no jogo de volta. Sabemos que temos qualidade para lutar pela Champions e pelo Italiano e vamos fazer de tudo para isso - afirmou o camisa 70.
Quem também manteve a cautela foi Ibrahimovic, grande nome da partida com duas assistências e um gol. Segundo ele, a noite da última quarta-feira em Milão foi, sim, inesquecível. Mas ainda há mais 90 minutos de jogo a serem disputados e ele ressalta a importância disso.
- Foi uma noite emocionante, porque jogamos brilhantemente e conseguimos um ótimo resultado. Você não ganha de 4 a 0 do Arsenal todo dia. Estamos felizes por levar este resultado para Londres, mas não acabou ainda. Temos que manter o foco - disse ao site da Uefa.
Dirigentes vibram com "noite perfeita"
A euforia ficou por conta dos engravatados do Rossonero. Adriano Galliani, vice-presidente, nem parece considerar possível uma reviravolta no confronto. Do Arsenal, para ele, somente um dos jogadores se salvou: Van Persie.


- Foi uma noite perfeita! E ainda poderíamos ter feito mais gols... Sem falar que alguns jogadores acabaram de voltar de lesão e não estavam 100%. Pelo Arsenal, vi um grande nome em campo: Robin Van Persie. Assisto ao futebol inglês e o acho um jogador fantástico - comentou.
Silvio Berlusconi, mandachuva rossonero, frisou a quebra do tabu contra os ingleses.
- Você tem que se sentir confiante após uma vitória tão bonita. Jogar contra times ingleses não vinha sendo fácil para nós, mas esperamos acabar com este tabu e buscar o título agora.
A partida de volta entre Milan e Arsenal está marcada para o dia 6 de março, no Emirates Stadium.

Imagem
Golaço de Boateng abriu caminho para a goleada do Milan sobre o Arsenal


http://globoesporte.globo.com/futebol/f ... cabou.html