•  
     

Devolta Paulo Henrique Ganso! ihuuuu

Quarenta e oito minutos. Esse foi o tempo que Paulo Henrique Ganso teve para acabar com a saudade de atuar e garantir a vitória do Santos contra o Botafogo-SP, por 2 a 1, na noite deste sábado, na Vila Belmiro, pela 13ª rodada do Campeonato Paulista. O meia teve retorno de gala. Ele participou da jogada do gol de Elano, no seu primeiro toque na bola. Ainda marcou o segundo gol e demonstrou força física, dando claros sinais de que a séria lesão ligamentar no joelho esquerdo, sofrida há quase sete meses, foi bem superada.
VEJA OS GOLS DA VITÓRIA DO SANTOS

* GANSO VÊ VILA LOTADA E PRESSÃO DA TORCIDA
* NEYMAR DIZ: "ESTOU COM VONTADE DE CHORAR

Nem mesmo o gol marcado por Chicão, aos 44 minutos do segundo tempo, apagou com o brilho da atuação de Ganso. Ele desfilou com seu talento em campo e certamente garantiu a titularidade na partida contra o Colo-Colo, quarta-feira, em Santiago, no Chile, pela Libertadores. Marcelo Martelotte precisava de uma boa atuação para recolocá-lo com a camisa 10.

Pelo Estadual, o triunfo ante o Botafogo-SP garantiu a liderança ao alvinegro, alcançando 28 pontos – a equipe pode ser ultrapassada por São Paulo e Corinthians no domingo. O Botafogo-SP tem 11 pontos, e está na 16ª colocação.

Grande parte da torcida santista compareceu ao estádio para prestigiar o retorno do ídolo. A presença em massa, no entanto, surtiu efeito contrário ao restante do time, já que a pressão dos fanáticos foi grande com a exibição ruim da equipe na primeira etapa.

O Santos demorou para conseguir criar boas chances, mas ao menos, sofreu poucos contra-ataques do adversário. O jogo teve um início de péssima qualidade técnica.

Zé Eduardo e Neymar deixaram o grito de gol preso na garganta dos torcedores com chutes que deram a impressão de terem entrando, mas tocaram a rede pelo lado de fora.

O time do interior ainda prejudicou o relacionamento do time santista com os torcedores tendo chance clara para abrir o placar no último minuto do jogo. No entanto, Túlio Souza desperdiçou a ótima oportunidade ao chutar por cima. Vaiado, o Santos seguiu para o intervalo.
 
De volta : LUIZ FABIANO TRICOLOR GOGO :)
 
kkkkkkkkkkkkk