•  
     

Demorou demais, diz Tite sobre a implantação do chip na bola

Imagem


Garantido no Mundial de Clubes da Fifa após a conquista da Libertadores, o técnico corintiano Tite gostou da implantação do chip na bola, aprovada pela entidade que rege o futebol. Com a nova tecnologia, não haverá mais dúvidas se a bola entrou ou não na meta.

Imagem

"A primeira resposta que vem na minha cabeça: 'Demorou demais'. Tudo que é a favor da justiça é válido", comentou em entrevista coletiva no CT corintiano.

O primeiro evento que contará com o chip será justamente o Mundial disputado em dezembro, no Japão.

Para o torneio, o treinador deve perder alguns jogadores importantes do elenco atual. A única certeza de ausência é o zagueiro Leandro Castán, negociado com a Roma por R$ 13 milhões.

"Não me despedi dele. Se eu pudesse, eu o amarraria aqui no clube", brincou.