•  
     

Dana defende Anderson por não falar inglês: 'podia ser mudo e ainda seria incrível'

Imagem
Questionado sobre a fama de Anderson fora do Brasil, Dana White defendeu o lutador

Anderson Silva é considerado o maior nome da história do MMA, mas ainda não finalizou um último adversário para explodir como ícone mundial: o idioma. O campeão dos médios do UFC não fala inglês fluentemente e isso é apontado como um fator de distanciamento dos fãs. Apesar disso, o presidente do Ultimate, Dana White, defende o brasileiro.

Questionado em uma teleconferência se a fama do “Spider” não poderia ser ainda maior e alcançar locais como Europa e Ásia com mais força, o dirigente teceu elogios ao astro do UFC 148, evento que ocorre em 7 de julho.

“As pessoas não vão às lutas ou assistem pela TV para ver Anderson dar discursos. Ele é um artista quando está no octógono. Consegue coisas que ninguém consegue”, afirmou Dana.

“Se alguém fala que não gosta de Anderson porque ele não fala inglês, é uma tremenda besteira. Ele poderia ser mudo, que não mudaria: com o que ele faz no octógono, é incrível”, completou o chefão.

Anderson Silva chegou a conceder entrevistas em inglês, mostrando seu esforço em aprender a língua e atingir com mais força novos públicos.

Nesta segunda-feira, no entanto, só falou em português na conferência de imprensa, quando “chutou o balde” e atacou o arquirrival Chael Sonnen furiosamente. O brasileiro chamou o norte-americano de “marginal e __________” e prometeu arrancar todos os dentes da boca do oponente na revanche.

Dana se mostrou surpreso com as palavras do brasileiro. “Com certeza essa é a maior rivalidade que já vimos no UFC. O Rampage já disse muitas coisas, mas eu nunca tinha ouvido o Anderson falar dessa maneira. Geralmente ele não fala nada negativo e desrespeitoso”, opinou Dana, que por muitas vezes já teve desentendimentos com Anderson, mas sempre tratou de elogiar o lutador. O chefão do UFC criticou, por exemplo, a "marra" do brasileiro na vitória contra Demian Maia, quando o Spider provocou o rival dentro da jaula com palavras e gestos.

Anderson e Sonnen se enfrentaram pela primeira vez em 2010, no UFC 117. Na ocasião, o brasileiro teve muito trabalho para manter seu cinturão. Em seu combate mais complicado dentro do Ultimate, o Spider apanhou em cinco rounds e só nos minutos finais conseguiu tirar da cartola um triângulo para finalizar o norte-americano e ficar com a vitória.
 
Posta fonte pow.
 
Fonte uol '-'
 
PUXA VIDA EM UOL

shaushauhsausha

zoa

Sempre bom coloca fonte ou creditos =]