•  
     

Crimes bizarros cometidos no Facebook

FOUAD MOURTADA: PRESO POR FINGIR SER UM PRÍNCIPE MARROQUINO

Imagem

Tanto aqui, no Brasil, quanto nos EUA, existe uma mania das pessoas de fingir ser uma celebridade. Existe uma quantidade enorme de perfis falsos de celebridades rolando por aí. Mas o governo do Marrocos, que não é muito fã desta mania, em 2008 prendeu um homem que inventou um perfil no Facebook no qual dizia que era irmão do rei Mohammed VI. O homem, de 26 anos de idade, chamado Fouad Mourtada, foi acusado de “práticas de vilão”, uma ofensa, ao mesmo tempo grave e vaga. Ninguém sabe exatamente o que ele colocou no perfil falso, nem se suas intenções eram realmente más ou simplesmente uma gozação. Mas, como o governo marroquino não acharia graça em nenhuma das duas hipóteses, o “Mané” foi parar no xilindró.

MARK MUSARELLA: CONDENADO POR POSTAR FOTOS CRIMINAIS

Imagem

Mark Musarella, profissional da saúde. Atendia emergências. Achou que seria engraçado postar, no Facebook, fotos de Caroline Wimme, uma adolescente que tinha sido espancada e estrangulada. Resultado: foi condenado a 200 horas de serviço comunitário depois de se confessar culpado de má conduta. Aos 48 anos de idade, Musarella (que nada tem a ver com aquela espécie de queijo) perdeu a licença de técnico de emergência médica. Agora, os pais da moça estão processando o Facebook por permitir que as fotos fossem mostradas.
 
nossa, qe fail !