•  
     

Criador de Mario e Zelda tem salário de US$ 1,3 milhão

De acordo com o jornal japonês Asahi Shimbun, o presidente da Nintendo, Satoru Iwata, mensalmente recebe cerca de US$ 770 mil como salário básico e, somando as bonificações, então o rendimento chega a US$ 2,1 milhões. Apesar de o valor parecer alto para a maioria, Iwata ganha bem menos que o diretor executivo da Sony, Howard Stringer, cujo faturamento mensal gira em torno de US$ 19,2 milhões.
A reportagem revela que a Nintendo está longe de pagar os mais altos salários da indústria, embora a empresa seja líder absoluta da mesma e fabricante dos mais vendidas plataformas de jogos eletrônicos (os chamados consoles), Wii e o portátil Dual Screen (DS). Shigeru Miyamoto, mais conhecido profissional da indústria, e criador de séries e personagens como Donkey Kong, Mario, Nintendogs, Pikmin e Zelda, tem salário (básico, sem contar as bonificações por metas) de US$ 1,3 milhão.

Miyamoto parece gostar de ser funcionário da Nintendo. Ele já recusou diversas propostas com salários e bonificações muito mais altos que os pagos pela Nintendo, afirma o jornal.

Outros executivos de grandes produtoras japonesas de jogos tiveram seus salários revelados. Yoichi Wada, presidente da Square Enix, ganha US$ $2.7 milhões, Osamu Satomi, da Sega, fatura $4.9 milhões, enquanto Kazunori Ueno, da Namco Bandai, ganha mensalmente cerca de US$ 1,54 milhão.

Conforme a atual legislação japonesa, as empresas que operam no país são obrigadas a revelar os salários (e bonificações) de todos os colaboradores que ganham mais de 100 milhões de ienes -- equivalentes a aproximadamente US$ 1,1 milhão ou R$ 2 milhões.

Imagem
 
zelda eh ____ *-*
 
os cara ganha quasi nada