•  
     

Coreia do Norte ameaça com 'dissuassão nuclear' a Coreia do Sul

A escalada de tensão verbal entre as Coreias continua. A estação televisiva estatal de Pyongyang anunciou que os exercícios militares da Coreia do Sul têm como objetivo preparar uma invasão ao norte. Por isso, o regime lançou uma carta da dissuasão nuclear.

O ministro norte-coreano das Forças Armadas, Kim Young-Chun, declarou que “o Exército se está preparando para uma guerra sagrada de justiça, e que poderá utilizar a dissuasão nuclear no momento oportuno. O objetivo é responder às ações inimigas que levam deliberadamente a situação para a guerra”.

Esta foi a resposta às manobras militares que o Exército sul-coreano realizou, nesta quinta-feira (23), a poucos quilómetros da fronteira com sua vizinha do norte. Só em 2010, Coreia do Sul realizou 48 exercícios militares do tipo. Os exercícios aéreos e terrestres foram classificados como defensivos e como os mais importantes do ano, tendo envolvido 800 soldados, 30 tanques, sete helicópteros e seis aviões de combate.

As manobras acontecem precisamente um mês depois do bombardeamento norte-coreano à ilha de Yeonpyeong, na Coreia do Sul.

Em visita ao local, o presidente da Coreia do Sul, Lee Myung-bak, voltou a ameaçar dizendo que Seul contra-atacará no caso de agressão.

Fonte: http://www.oreporter.com