•  
     

Conheça a História de Harvey

Imagem

Harvey não é um gato comum. Aos quatros meses de vida, o filhote anda e corre apoiando os cotovelos no chão. Isso porque o animal nasceu sem os ossos das patas dianteiras.

O caso raro só foi descoberto quando o dono levou o bichinho e seus irmãos a um instituição que trata de localizar interessados em adotar bichos. Na ocasião, um raio-x revelou a ausência dos ossos.

Segundo um veterinário de Glasgow, na Escócia, onde vive o gatinho, uma cirurgia para colocação de pinos que substituam os ossos deve ser feita até que o gato complete seis meses. Isso porque, apesar de o animal estar se virando muito bem com os cotovelos, o jeito inusitado de caminhar é altamente prejudial para a coluna do bicho.

Liz McCulloch, de 50 anos, que cuida de Harvey provisoriamente, luta para levantar cerca de três mil libras, o equivalente a quase R$ 10 mil, para pagar a operação do gato. “É um bicho adorável. Vale qualquer esforço”, disse o britânico em entrevista ao jornal Daily Mail desta quarta-feira (23-01).

O vídeo abaixo mostra cenas do bichinho brincando e andando sem os ossos. Assista: