•  
     

Classificações de Espanha e Itália 'calam' Balotelli e defensores de 'teoria da conspiração'

Imagem
Antes que Balotelli criasse mais uma polêmica, Bonucci tapou a boca do atacante
Mario Balotelli se tornou conhecido tanto pela sua capacidade de fazer gols como pela facilidade de se envolver em polêmicas. Autor do gol que fechou a vitória por 2 a 0 da Itália sobre a Irlanda nesta segunda-feira, que classificou a Squadra Azzurra para as quartas de final, o jogador foi “calado” pelos companheiros. A vitória da Espanha sobre a Croácia por 1 a 0 também espantou o temor de um ‘jogo de compadres’.

Na estreia italiana na Euro-12, Balotelli foi titular no empate por 1 a 1 com a Espanha. Após perder um gol incrível, o atacante foi substituído por Di Natale, que mais tarde marcaria o gol italiano na partida. A volta por cima veio contra a Irlanda.

A Itália fez sua parte, mas havia um temor de que se repetisse o ocorrido na Euro-2004. Naquela ocasião, os italianos venceram a Bulgária por 2 a 1, mas um empate “conveniente” por 2 a 2 entre Dinamarca e Suécia classificou as duas equipes e eliminou a Squadra Azzurra.

Curiosamente, se o mesmo 2 a 2 fosse o placar final entre Espanha e Croácia, as duas equipes avançariam às quartas e a Itália ficaria fora. O gol de Jesús Navas, porém, calou quem acreditava em uma nova “teoria da conspiração” contra os italianos.

CALA A BOCA, BALOTELLI!

ImagemBalotelli já foi vítima de racismo nos dois primeiros jogos da Euro-12 e amargou atuações discretas contra Espanha e Croácia. O polêmico atacante perdeu a vaga entre os titulares e ficou no banco contra a Irlanda. Era de se esperar que ele entraria ‘mordido’ em campo, e foi o que aconteceu em Poznan. Balotelli fez o gol que fechou a vitória italiana por 2 a 0 e desabafou. Quando começou a proferir palavrões em inglês, logo foi contido pelo companheiro Bonucci, que tapou sua boca com a mão. "Ele estava gritando alguma coisa em inglês que não entendi direito. Pus a mão na boca dele porque havíamos falado disso antes do jogo e o havíamos prevenido. Hoje, ele jogou bem e fez um belo gol", disse Bonucci.

TEORIA DA CONSPIRAÇÃO? AQUI NÃO

ImagemSe alguém achava que Espanha e Croácia fariam um “jogo de compadres” e fariam de tudo para obter um conveniente empate por 2 a 2, enganou-se completamente. Os espanhóis desabafaram após a vitória por 1 a 0. “Seria o cúmulo”, disse o técnico Vicente del Bosque. “Vamos sempre para a vitória. É nisso que cremos e o que queremos”, comentou Jesús Navas, autor do gol da vitória. “Queríamos ganhar a partida. Não nos conformávamos com outra coisa”, completou Xabi Alonso.