•  
     

C. Ronaldo cala críticos, iguala recorde e tem trave como "adversária" na Euro-12

ImagemC. Ronaldo criou as melhores chances de Portugal e deu muito trabalho ao goleiro Cech


Cristiano Ronaldo calou seus críticos mais uma vez. Cobrado para repetir na seleção portuguesa seu papel decisivo quando atua pelo Real Madrid, o atacante apareceu quando a equipe nacional mais precisou dele até aqui nesta Eurocopa-2012. O camisa sete fez o gol da vitória por 1 a 0 sobre a República Tcheca, nesta quinta-feira, e alcançou uma marca importante.

O gol marcado nesta quinta fez Cristiano Ronaldo alcançar Nuno Gomes, até então o maior artilheiro português na história da Eurocopa – cada um deles marcou seis gols em suas participações no torneio continental.

Os dois portugueses estão ao lado de do sueco Zlatan Ibrahimovic, do francês Thierry Henry e dos holandeses Ruud Van Nilsterooy e Patrick Kluivert na lista de maiores artilheiros da Eurocopa. Eles estão atrás somente do francês Michel Platini (nove) e do inglês Alan Shearer (sete).

Contra Alemanha e Dinamarca, Cristiano Ronaldo teve atuações discretas e os críticos apareceram para cobrá-lo. A resposta veio em momentos decisivos. Contra a Holanda, Portugal jogava para se classificar para as quartas de final. O camisa sete fez os gols da vitória por 2 a 1. Nas quartas de final, além de belos lances, ele anotou o único tento da partida.

O resultado reforçou a esperança portuguesa de conquistar o inédito título da Eurocopa. Em 2004, a seleção chegou perto, mas sofreu uma surpreendente derrota por 1 a 0 para a Grécia atuando em casa.

TRAVE 4 X 3 CRISTIANO RONALDO
Imagem
Cristiano Ronaldo mostrou seu poder de decisão mais uma vez, mas algo ainda o incomoda. O principal "inimigo" do camisa sete nesta Euro-12 tem sido a trave, mas nem isso tirou sua empolgação após levar Portugal à semifinal. "Senti uma grande alegria. Fomos vencedores com justiça, jogamos melhor. No último jogo, foram duas bolas ao poste, hoje mais duas... Mas o mais importante é a ambição e o bom espírito de grupo. Fiz mais um gol. Nosso percurso tem sido muito difícil. Cumprimos mais uma etapa. A esperança é grande. Temos que manter os pés no chão e dar um passo de cada vez", disse. Com três gols, ele alcançou Mandzukic, Dzagoev e Mario Gómez na artilharia da Euro-12.