•  
     

Brasil 'dorme' no último quarto e perde para a França por 73 a 58

Os primeiros 20 minutos da jovem seleção feminina até foram animadores, mas um apagão nos últimos 10 jogou por terra a chance de o basquete brasileiro estrear com vitória nos Jogos Olímpicos de Londres. Depois de levar o jogo equilibrado até o intervalo, o Brasil parou de defender e não resistiu ao maior volume de jogo da França, que venceu por 73 a 58 (34 a 34), na estreia das duas seleções pelo Grupo B.

Com 23 pontos, cinco assistências e dois rebotes, a armadora francesa Celine Dumerc foi o grande nome da partida. Pelo lado brasileiro, Érika e Karla foram os destaques, com 17 e 13 pontos, respectivamente.

- Nós deixamos de jogar o nosso basquete. Pensamos que já estava ganho, mas no basquete é assim, nada está ganho até zerar o placar. Deixamos de defender direito, deixamos de ter comunicação, deixamos de ir no rebote. Hoje em dia não tem time de basquete bobo. Todo mundo sabe aproveitar os erros dos outros - afirmou Erika.

Com a derrota na estreia, o Brasil ocupa a quinta posição do Grupo B, que é liderado pela Austrália. A chave tem a França em segundo e a Rússia em terceiro. O Canadá aparece em quarto lugar e a Grã-Bretanha é a lanterna, na sexta posição. A seleção brasileira volta a jogar na segunda-feira, contra a Rússia, às 12h45m (de Brasília). O SporTV transmite e o GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real. Apenas os quatro melhores times passam para a próxima fase.