•  
     

Brasil derrota o Irã em jogo burocrático

Seleção não mostra jogo empolgante e vence os iranianos

golselecao.jpg
Brasileiros comemoram gol da Seleção
golselecao.jpg (16.12 KiB) Visto 90 vezes


A Seleção Brasileira não precisou se esforçar muito para derrotar o Irã por 3 a 0, em amistoso disputado nesta quinta-feira, no Zayed Sports City, em Abu Dhabi, gols de Daniel Alves, Alexandre Pato e Nilmar.

No segundo jogo sob o comando de Mano Menezes, a Seleção mostrou um futebol burocrático e muitas falhas defensivas, principalmente nas bolas cruzadas sobre a área. Algo bem diferente da atuação empolgante diante dos Estados Unidos.

Como pontos positivos, as boas atuações de Ramires e Daniel Alves. O volante do Chelsea foi o dono do meio de campo, enquanto o lateral-direito do Barcelona, além de fazer um golaço, apoiou bem o ataque e foi o melhor jogador em campo.

A defesa, porém, cometeu falhas grosseiras. David Luiz ainda não se encontrou com a camisa da Seleção. Em uma das falhas do jogador do Benfica, o Irã chegou ao gol. Após cobrança de lateral dentro da área, o zagueiro subiu e não achou nada. A bola sobrou para Gholami, que marcou. A arbitragem porém anulou erradamente o lance, alegando impedimento.

Aos 13 minutos saiu o primeiro gol do jogo. Daniel Alves cobrou falta com perfeição e a bola entrou no ângulo esquerdo do goleiro Rahmanti. Isso deu uma acordada na equipe brasileira. Sete minutos depois, Robinho fez jogada individual e concluiu na trave, no rebote André Santos mandou para fora. E foi só. O Brasil não criou mais nada e o Irã não tinha forças para reagir.

No intervalo Mano Menezes sentiu que o time estava lento e tirou Philippe Coutinho, colocando em seu lugar Elias. Mas o segundo tempo mostrou que a defesa continua sendo o calcanhar de aquiles do time. Logo no primeiro lance da segunda etapa, os zagueiros brasileiros se atrapalharam. David Luiz e Thiago Silva bateram cabeça, Nekounam desviou, a bola tocou na trave e Ramires salvou em cima da linha, mandando para longe.

O técnico brasileiro continuou a fazer alterações no segundo tempo. Giuliano entrou na vaga de Carlos Eduardo e Nilmar no lugar de Robinho. A entrada de Nilmar teve efeito imediato. Aos 24 minutos, o atacante do Villarreal fez ótima tebala com Elias. O corintiano deixou Alexandre Pato na cara do gol para marcar o segundo.

A Seleção Brasileira diminuiu o ritmo visivelmente. Porém ainda houve tempo para mais um gol, nos acréscimos. André Santos cruzou da direita e Nilmar não teve dificuldades para marcar o terceiro.

Não foi uma apresentação de encher os olhos, mas pelo menos enfrentar o Irã foi mais proveitoso que a semana de treinos em Barcelona.


BRASIL 3 X 0 IRÃ

Estádio: Zayed Sports City
Data/hora: 07/10/2010 - 14h (de Brasília)
Árbitro: Farid Ali (Emirados Árabes)
Cartão Amarelo: Robinho (5'/2ºt)
Gols: Daniel Alves (13'/1ºt), Alexandre Pato (23'/2ºt) e Nilmar (47'/2ºt)

Brasil: Victor, Daniel Alves, Thiago Silva (Réver 33'/2ºt), David Luiz e André Santos; Lucas (Wesley 35'/2ºt), Ramires e Carlos Eduardo (Giuliano 15'/2°t); Robinho (Nilmar 21'/2ºt), Alexandre Pato e Philippe Coutinho (Elias, intervalo). Técnico: Mano Menezes.

Irã: Rahmanti, Hajsafi, Hosseini, Aghili e Nosrati; Teymourian, Zandpour (Mobali 15'/2°t), Nekounam e Shojaei (Bagher 26'/2ºt); Gholami (Fardi 10'/2ºt) e Meydavoudi. Técnico: Afshin Ghotibi






Fonte: MSN Esportes
 
Tudo isso pra ganha rank ? posta coisa que preta akki :)