•  
     

Barça goleia e vai à final!



Como em um teatro, a plateia japonesa fez silêncio para ver o Barcelona jogar nesta quinta-feira no Estádio Internacional de Yokohama. Educada, a torcida local só aumentava o tom nas jogadas de ataque e depois respeitava o espetáculo. O volume chegou ao auge nos gols dos brasileiros Adriano, duas vezes, Maxwell – todos com grande ajuda do goleiro trapalhão Saqr - e do malinês Keita que garantiram a tranquila vitória de 4 a 0 sobre o Al Sadd e a classificação do time de Pep Guardiola para pegar o Santos na final do Mundial de Clubes da Fifa, domingo, às 8h30m (de Brasília). Mas nem tudo foi festa e aplausos para os espanhóis.

Aos 35 do primeiro tempo, David Villa sofreu uma fratura na tíbia da perna esquerda e teve que deixar o gramado de maca, direto para um hospital de Yokohama para exames mais detalhados. Desse modo, o camisa 7 está fora do confronto contra o Peixe. Para piorar, o chileno Alexis Sánchez, que substituiu Villa, saiu no segundo tempo deixou o gramado sentindo uma lesão muscular. Puyol e Mascherano também levaram pancadas e saíram de campo sentindo dores no fim do confronto.

Imagem

Santos de olho

Muricy Ramalho, Neymar, Ganso, Edu Dracena, Rafael, Arouca,Henrique, Vinicius Simon, Anderson Carvalho e Felipe Anderson acompanharam ao vivo a vitória da equipe de Guardiola, em uma área reservada no estádio que foi palco da conquista do penta da Copa do Mundo pelo Brasil em 2002.
A trupe do Peixe viu de perto um Messi apagado no primeiro tempo, mas ligado no segundo. O craque até tentou até uma bicicleta e quase marcou em cobrança de falta, defendida por Saqr. No entanto, o camisa 10 passou em branco.
Por outro lado, quem “brilhou”, às avessas, foi o goleiro Saqr, do Al Sadd. Aos 25, o camisa 18 falhou feio e deu o gol de presente para Adriano abrir o placar dentro da pequena área. Aos 43, o ex-jogador do Coritiba chutou de canhota por baixo de Saqr, que aceitou de novo. Na segunda etapa, o arqueiro deu mole outra vez no quarto tento anotado por Maxwell.


Imagem

Terremoto e Shakira

Antes de a bola rolar, o telão do estádio, que recebeu um público de mais de 60 mil pessoas, tocou música de Shakira, mostrou gols de Mundiais anteriores e deu um recado importante à torcida: “Em caso de terremoto, mantenha-se sentado e espere estar seguro”. Daniel Alves apareceu no campo, tirou foto e colocou no Twitter, mas foi só: o lateral-direito foi poupado por Guardiola, assim como Xavi e Piqué, e ficou no banco.

Com a bola rolando, era possível até ouvir os gritos dos jogadores tamanho era o silêncio da torcida japonesa no estádio. Apenas quando o Barça chegava perto da área do Al Sadd o volume aumentava na arquibancada. E isso aconteceu várias vezes no primeiro tempo: o time espanhol deu 11 chutes a gol e teve 70% da posse de bola.

Apagado, Messi buscou algumas jogadas no início da partida. Aos oito, deu uma arrancada e chutou em cima da zaga. Aos 20, chutou de canhota de fora da área, a bola bateu em um rival e saiu. Foi tudo que o camisa 10 fez.


Imagem

Silenciosa, a torcida japonesa esperava show. E via o Barça tocar a bola até conseguir furar a retranca do clube do Qatar. O pai de Neymar entrou na arquibancada aos 16 minutos, a tempo de ver a primeira grande chance da partida: David Villa aproveitou passe errado da defesa, entrou pela esquerda e bateu cruzado, mas Saqr defendeu.

Neymar no telão. Lambança no gramado

Dois minutos depois, Neymar – o filho – apareceu no telão ao lado de Ganso. Aplausos da torcida, que já espera ansiosa pelo duelo com Messi na final de domingo. Aos 25, aplausos para outro brasileiro, graças à bela ajuda do goleiro do Al Sadd: após cruzamento de Pedro da esquerda, Saqr deixou a bola para Belhadj, que deixou para Saqr, que... fez lambança. A bola ficou no pé de Adriano, que colocou para o fundo da rede (assista no vídeo ao lado).
O que já estava com cara de ser fácil, ficou mais ainda. O Barça continuou com domínio total e marcou de novo aos 33, mas em impedimento: Villa aproveitou rebote de chute de Iniesta, em posição irregular.


Dois minutos depois, a má notícia do dia para Guardiola: Villa levou a pior em uma dividida com Koni pela direita após bater para o gol, caiu de mau jeito, sentiu dores no tornozelo e deixou o gramado de maca, com cara de preocupação. Minutos depois, o Barcelona confirmou o pior: o jogador fraturou a perna esquerda.

O chileno Sanchez, que foi titular e fez gol na vitória sobre o Real Madrid no último sábado, substituiu o camisa 7. Logo em seguida, Adriano fez 2 a 0 para o Barcelona, depois de receber passe de Thiago Alcântara na entrada da área e bater de canhota por baixo do goleiro.

O Al Sadd ainda tentou aprontar e fez a torcida japonesa aplaudir de pé o time de Jorge Fossati: Kader Keita arrancou pela direita, driblou Mascherano e Abidal, entrou na área e chutou por cima aos 44. Foi o primeiro arremate da equipe na partida.


Imagem

2° Gol do Barça feito por Adriano

Imagem

Messi voltou mais “acordado” na etapa final. Aos nove, a bola “grudou” nos pés do camisa 10, que evitou a marcação de quatro rivais e bateu de fora da área, rente à trave esquerda. Seis minutos depois, o argentino quase balançou a rede: em cobrança de falta, Messi bateu colocado e obrigou Saqr a fazer grande defesa. Para desespero dos japoneses, que já preparavam as câmeras e o grito de gol.



O terceiro do Barça saiu aos 18, em lance de Messi. O melhor do mundo deu passe perfeito para Seydou Keita, que entrou pela direita da área e bateu sem defesa para o goleiro do time de Fossati. Com o 3 a 0 no placar, Messi queria o dele.E tentou fazer de placar: após invadir a área, dividiu com a defesa e no rebote tentou uma bicicleta, mas sem direção. Mesmo assim, aplausos japoneses. Até no replay.


Imagem

Guardiola colocou mais um brasileiro em campo, Maxwell no lugar de Abidal aos 21, mas perdeu Sanchez por lesão na coxa esquerda. O chileno, que havia substituído Villa, deixou o gramado para a entrada de Cuenca exibindo a perna para o técnico e pode ser outro problema para a decisão de domingo.

Aos 35, Maxwell chutou cruzado sem muita força. Mas Al Saqr, em dia nada inspirado, acabou falhando novamente: 4 a 0 para o Barça (assista no vídeo ao lado). Nos minutos finais, o time espanhol, em ritmo de treino como em toda a partida, ainda criou novas chances, mas não conseguiu aumentar o placar.


Fonte: http://www.globo.com :icon_lol: :icon_lol:
 
DAVID VILA QUEBRA PERNA KKKKKK QUE DÓ
 
[b]Messi El Ninja, Bibicletasso!
 
ADRIANO EX COXA GRANDE LATERAL
 
Avenged Escreveu:Messi El Ninja,,, golasso de bicicleta!!

Ele nao fez gol de bicicleta ele erro ¬¬

Barcelona Campeão Mundial De Clubes De 2011

Messi Melhor Jogador Do Mundo
 
joga brincando eoieo
 
Isso q eu axo dahora nele.
Eu jogo + q ele kkkk
 
nao era nehuma novidade barcelona ganhar este jogo
 
barcelona jogo como se fosse um treino
 
David villa quebro a perna que raivaaa !